Mattos se arrepende de palavras contra 'bandeira musa' e pede desculpa

Mesmo com as desculpas, dirigente celeste manteve tom crítico ao falar de escolha da jovem profissional para um clássico

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Após Marcelo Oliveira, Cruzeiro garante permanência de Alexandre Mattos
Washington Alves/VIPCOMM
Após Marcelo Oliveira, Cruzeiro garante permanência de Alexandre Mattos

O futebol mexe muito com a emoção de torcedores e dirigentes e, por isso, é preciso cuidado ao abrir a boca após os jogos. Principalmente quando o time do coração sai derrotado e, ainda por cima, com erros de arbitragem.

Pela declaração explosiva que deu ao fim do jogo do último domingo, contra o Atlético, criticando o trabalho da auxiliar Fernanda Colombo, Alexandre Mattos se arrependeu e pediu desculpas. O diretor de futebol do Cruzeiro havia dito que a auxiliar era “bonitinha, mas não está preparada. Se é bonitinha, que vá posar para a (revista) Playboy”.

“Refletindo com mais calma depois do jogo, me dei conta do meu erro. Exagerei ao usar alguns termos para criticar a atuação da bandeirinha e peço desculpas se ela se sentiu ofendida. Não foi minha intenção”, disse Mattos ao site da Placar.

Apesar do pedido de desculpas, o dirigente celeste manteve o tom crítico quando foi comentar sobre a escolha da jovem auxiliar para bandeirar um grande clássico.

“O que questiono é outra coisa. Como ela é muito jovem (23 anos) e já apitou um clássico do tamanho de Cruzeiro x Atlético, tenho a impressão de que estão forçando a barra para promovê-la, só porque é bonita, pra ver se cola. Ela já havia errado na semana anterior e acabou prejudicando o Cruzeiro em um jogo importante", finalizou.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave