Magnano visita Huertas e confirma armador no Mundial

Marcelinho Huertas ganhou a confiança do treinador pela postura em quadra e, principalmente, por sempre se colocar disposto a defender a seleção brasileira

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O capitão Marcelinho Huertas confia no grupo que Rubén Magnano tem à disposição
Divulgação
O capitão Marcelinho Huertas confia no grupo que Rubén Magnano tem à disposição

Em meio a um tour pela Europa para visitar os jogadores que pretende convocar para o Campeonato Mundial da Espanha, o técnico da seleção brasileira masculina de basquete, Rubén Magnano, se encontrou com o armador Marcelinho Huertas. O treinador conversou com o jogador do Barcelona, um de seus principais homens de confiança, e garantiu sua presença no torneio, previsto para ter início no dia 30 de agosto.

"Fomos jantar e conversar sobre a seleção brasileira. Foi um encontro muito bom, pois Marcelinho é um jogador que temos sempre em nosso planejamento da equipe. Ele está 100% garantido na nossa seleção. Na verdade, é um grande exemplo de atleta para seu País", disse Magnano.

Além de ser um dos principais armadores do basquete mundial, Marcelinho Huertas ganhou a confiança de Rubén Magnano pela postura em quadra e, principalmente, por sempre se colocar disposto a defender a seleção brasileira. Mesmo já experiente, aos 30 anos, o jogador se mostrou ansioso para fazer uma boa campanha na Espanha.

"Foi ótimo. Batemos um papo bem descontraído como sempre e confirmei minha vontade de estar mais um ano defendendo a seleção. Vi ele muito animado e claro que também estou com a possibilidade de fazermos mais um grande trabalho juntos", comentou.

Rubén Magnano conversaria ainda nesta terça-feira com o armador Raulzinho, do Gipuzkoa Basket. Além dos nomes da NBA (Leandrinho Anderson Varejão, Tiago Splitter, Nenê e Vitor Faverani), o treinador já conversou com Rafael Luz, Augusto Lima, Lucas Bebê e Rafael Hettsheimeir, estes todos na Espanha.

A seleção brasileira de basquete está no Grupo A do Mundial, com sede em Granada, ao lado de França, Irã, Espanha, Sérvia e Egito. A estreia será contra o time francês, no dia 30 de agosto.