Kalil defende bandeirinha, mas também alfineta: "Pelo menos enfeita"

Presidente do Atlético mais uma vez aproveitou para cutucar o arquirrival Cruzeiro

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Kalil conversou com os jornalistas de uma forma diferente nesta terça-feira
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Kalil conversou com os jornalistas de uma forma diferente nesta terça-feira

O tema 'arbitragem do clássico mineiro' continua em pauta nesta terça-feira. A bandeirinha musa, Fernanda Colombo, que passará por 'reciclagem', acabou sendo defendida pelo presidente do Atlético, Alexandre Kalil. Contudo, o cartola abusou das irônias e alfinetou. "Há um mês, um auxiliar do Tocantins, que é da Fifa, tirou um título nosso e deu para o Cruzeiro. Se fosse um barbudo e feio, não tinha reclamação. Só porque ela é bonita estão criticando. Todos erram. Então, deixa ela que pelo menos enfeita", disse Kalil durante o seminário "Business FC", realizado em São Paulo. O presidente alvinegro relembra, principalmente, de um suposto pênalti comtido por Dedé no atacante Jô no jogo final do Campeonato Mineiro deste ano.

Leia tudo sobre: atleticogalokalilbandeirinhafernanda colombo