Presidente avisa que o São Paulo é um time comprador

Depois de apresentar Alan Kardec, Aidar confessa que o time está de olho no mercado e festeja a chegada de um bom dinheiro para os cofres

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Carlos Miguel Aidar foi eleito Presidente da Diretoria do São Paulo Futebol Clube para o Triênio 2014/2017
Rubens Chiri/saopaulofc.net
Carlos Miguel Aidar foi eleito Presidente da Diretoria do São Paulo Futebol Clube para o Triênio 2014/2017

O presidente Carlos Miguel Aidar revelou que o São Paulo continua atrás de reforços para a temporada. Depois de apresentar Alan Kardec nesta terça-feira, no CT da Barra Funda, ele confessa que o time está de olho no mercado e festeja a chegada de um bom dinheiro para os cofres do clube. "Ainda hoje foram disponibilizados alguns milhões do projeto Lei de Incentivo ao Esporte e o São Paulo continua um clube comprador", avisou.

Ele se refere aos R$ 10,7 milhões que entraram no caixa e explica que isso pode ser usado para trazer atletas do nível de Alan Kardec. "Esperamos que seja a primeira de outras contratações que acontecerão, do mesmo nível do Alan Kardec", disse.

Apesar da euforia, o dirigente evita falar nomes e costuma dizer que não conhece os jogadores que estão na mira. Ele já fez isso com Manoel, do Atlético-PR, afirmando que não conhecia o jogador e agora fala sobre o novo alvo, Dória, do Botafogo, apesar de negar o interesse. "Parece que é um jovem zagueiro do Botafogo", despistou. "Não estamos atrás."

Um reforço para a zaga é o próximo passo da diretoria. Aidar não fala sobre novos e lembra que o São Paulo tem jogadores para a posição. "Temos o Lucão, que veio das categorias de base, e o Rafael Toloi, que está emprestado à Roma. Acho que estamos bem supridos", lembrou.

Apesar disso, Toloi pode ficar em definitivo no futebol italiano e a discussão de profissionalização do contrato de Lucão está emperrada. "A proposta não foi aceita pelo tio do atleta", concluiu Aidar.

Leia tudo sobre: sao pauloaidarcontrataçãomercadofutebolpresidente