Djokovic sofre, mas volta a jogar com vitória em Roma

Após quase um mês parado, sérvio superou a falta de ritmo e confirmou favoritismo em cima de Radek Stepanek

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Djoko comprovou que Wawrinka é seu freguês e venceu o 14º jogo em 16 partidas com o rival
Divulgação/US Open
Djoko comprovou que Wawrinka é seu freguês e venceu o 14º jogo em 16 partidas com o rival

Novak Djokovic não teve facilidade para confirmar o seu favoritismo na estreia do Masters 1000 de Roma. Nesta terça-feira, o tenista sérvio, segundo cabeça de chave da competição, precisou jogar uma hora e 37 minutos para despachar o checo Radek Stepanek com uma vitória por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/5.

O atual vice-líder do ranking mundial não disputava uma partida desde o dia 19 de abril, quando foi eliminado pelo suíço Roger Federer no Masters de Montecarlo e reclamou de dores no punho. Por causa do problema, ele ficou fora do Masters de Madri, realizado na semana passada. Inscrito na competição, acabou desistindo de atuar na capital espanhola.

De volta às quadras, Djokovic estreou direto na segunda rodada do torneio italiano e com isso assegurou lugar nas oitavas de final, fase em que terá pela frente o vencedor do confronto entre o alemão Philipp Kohlschreiber e o espanhol Tommy Robredo, programado para acontecer nesta terça.

Disposto a recuperar o ritmo perdido após quase um mês longe dos torneios, Djokovic enfrentou dificuldades desde o início do jogo com Stepanek, que quebrou o saque do sérvio por uma vez no primeiro set, mas viu o adversário converter dois de quatro break points para assegurar a vantagem inicial de 6/3.

Já na segunda parcial, ainda mais inconstante, Djokovic teve o seu serviço quebrado por duas vezes, mas compensou o fato aproveitando três de sete oportunidades de ganhar games no serviço do checo, que nesta terça amargou a sua décima derrota em 11 confrontos com o rival sérvio.

OUTROS JOGOS - Em outra partida já encerrada neste dia de duelos em Roma, o alemão Tommy Haas confirmou a sua condição de 15º cabeça de chave ao bater o italiano Andreas Seppi por 2 sets a 1 com 6/1, 4/6 e 6/3, para se garantir na segunda rodada.

O croata Marin Cilic, o letão Ernests Gulbis, o sul-africano Kevin Anderson e o casaque Andrey Golubev também estrearam com triunfos em Roma. Entre eles, Cilic e Gulbis contaram com desistências respectivamente dos colombianos Santiago Giraldo e Alejandro Falla depois de terem vencido o primeiro set dos confrontos. Já Golubev derrotou o espanhol Fernando Verdasco por 6/4 e 7/5, enquanto Anderson passou pelo canadense Vasek Pospisil com parciais de 7/5 e 7/6 (7/4).

Leia tudo sobre: tenisdjokovicromatorneiomasters