Dono do Clippers ataca e diz que Magic 'finge ser santo'

Donald Sterling criticou o ex-jogador da NBA , mencionando que ele é soropositivo e minimizando o seu trabalho em obras de caridade

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

MARIO ANZUONI/ASSOCIATED PRESS
undefined

Em uma entrevista exibida na noite de segunda-feira, em que lamentou e se defendeu das declarações racistas que lhe renderam uma suspensão por toda a vida da NBA, o proprietário do Los Angeles Clippers ficou muito longe de oferecer um pedido de desculpas a Magic Johnson, um dos mencionados nos controversos telefonemas gravados.

Em vez disso, Donald Sterling criticou o ex-jogador da NBA , mencionando que ele é soropositivo, minimizando o seu trabalho em obras de caridade e questionando seu êxito nos negócios. Ele também declarou que Magic não é um exemplo para as crianças.

"Tem Aids!", disse Sterling, interrompendo o entrevistador Anderson Cooper, da rede de TV norte-americana CNN, que mencionava os feitos de Magic. "O que fez o grande Magic Johnson? O que fez?", questionou. "Ele finge ser um santo", prosseguiu. "Ele fez amor com todas as jovens de todas as cidades dos Estados Unidos, contraiu Aids, e quando contraiu eu fui na minha sinagoga e orei por ele. Esperava que ele vivesse e estivesse bem. Não o critiquei e poderia ter feito isso. Ele é um exemplo para as crianças?", completou.

Então, Cooper corrigiu Sterling explicando que Magic possui o vírus HIV, mas não desenvolveu a Aids. O dirigente manteve os ataques ao astro. "Que sujeito visita todas as cidades, faz sexo com todas as mulheres e em seguida contrai o HIV? É alguém que respeitamos e de quem queremos falar aos nossos filhos?", perguntou. "Eu acho que ele deveria ter vergonha de si mesmo".

Na noite de segunda-feira, Magic evitou entrar em conflito ao escrever mensagens em seu perfil no Twitter. "Preferia estar falando sobre os magníficos playoffs da NBA do que da entrevista de Sterling", disse. "Após esta semana, não falaremos sobre Sterling", completou.

Há quase duas semanas, em razão dos comentários racistas revelados em gravações de conversas telefônicas com a sua namorada, V. Stiviano, Sterling foi expulso de forma vitalícia da NBA e multado em US$ 2,5 milhões (aproximadamente R$ 5,5 milhões). Na conversa, ele reclamou de uma foto publicada pela namorada com Magic em um rede social e pediu para que ela não levasse mais negros aos jogos do Clippers. Porém, à CNN, garantiu não ser racista e declarou ter sido alvo de manipulação de Stiviano.

Comissário da NBA, Adam Silver se desculpou, após as novas declarações de Sterling, com Magic, que, segundo ele, "segue sendo arrastado para esta situação por quem procura degradá-lo com um ataque tão malicioso e pessoal". Anderson Cooper disse que Magic vai participar do seu programa nesta terça-feira.

Leia tudo sobre: donoclippersdizMagic Johnsonbasquetefalso