Polícia pode descartar suicídio de tenente da Aeronáutica, diz família

Segundo irmão de Mirian, polícias Civil e Federal se reunirão com representantes da Aeronáutica para traçarem novas estratégias de buscas

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Tenente sumiu sem deixar notícias após fazer um depósito de R$ 30 mil para a irmã
Reprodução/ Facebook
Tenente sumiu sem deixar notícias após fazer um depósito de R$ 30 mil para a irmã

A possibilidade de suicídio da tenente Aeronáutica Mirian Tavares, de 42 anos, desaparecida há dez dias, pode ser descartada pela polícia. A informação foi divulgada pelo irmão da mulher, Rique Tavares, na manhã desta terça-feira (13).

De acordo com ele, a Polícia Civil, Polícia Federal e representantes da Aeronáutica se encontram nesta terça, na capital mineira, para traçar novas estratégias nas buscas de Mirian.

“Passaram muitos dias e não acharam nenhuma pista que possa levar ao suicídio. As chances são pequenas. Eles podem analisar outras linhas de investigação como, por exemplo, sequestro”, contou Tavares.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil ainda não confirmou as informações da família e não divulgou se o encontro realmente vai acontecer nesta terça.

Relembre o caso

Mirian Tavares desapareceu no último dia 3, após depositar R$ 30 mil na conta bancária da irmã. A tenente, que mora em um apartamento com uma amiga no bairro Prado, na região Oeste de Belo Horizonte, deixou uma carta dizendo que estava triste, mas não sabia o motivo.

Ela saiu de carro e não foi mais vista.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave