“Presidente frustrou o Brasil”

iG Minas Gerais |

Ataques. Ex-aliado do governo federal, Campos disse que Dilma não deu conta de melhorar o país
Carlos Percol / Divulgacao
Ataques. Ex-aliado do governo federal, Campos disse que Dilma não deu conta de melhorar o país

Salvador. O pré-candidato à Presidência da República Eduardo Campos (PSB) disse ontem que a presidente Dilma Rousseff (PT) “frustrou o Brasil”. A declaração foi dada na cidade baiana de Vitória da Conquista, administrada pelo PT desde 1997 e terceiro maior colégio eleitoral do Estado.  

“Votamos nela, mas ela frustrou o Brasil, pois nós sempre fomos abertos ao diálogo, sempre tivemos uma postura de respeitar a democracia, de apostar no entendimento e no respeito de quem não pensa como a gente, nós sempre pensamos no desenvolvimento econômico e a gente sempre respeitou o dinheiro público, e isso começa quando não se coloca bandido para ser auxiliar no governo”, atacou Campos, em um encontro com alunos e professores universitários.

Lembrando sempre das reivindicações que levaram a juventude para as ruas no ano passado, o pré-candidato se apresentou como o nome da mudança e disse que vai passar por várias cidades do Brasil para dialogar com os jovens.

O ex-governador pernambucano e ex-aliado do governo federal teceu críticas à presidente Dilma e ao que ele chama de “velha política”. Segundo Campos, o governo está escondendo os problemas debaixo do “tapetão”.

“Dilma pegou o Brasil crescendo a 7,5%, e hoje cresce a menos de 2%. Ela foi eleita para continuar melhorando o Brasil e não conseguiu dar conta disso, e o Brasil começou a piorar. A gente tem que tirar esse arranjo e esse time para botar um time que faça efetivamente o país melhorar”, afirmou o socialista, que deixou o governo federal em setembro do ano passado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave