Aécio: será que Lula não sabia?

Pré-candidato tucano à Presidência cobra explicações do ex-presidente sobre compra de Pasadena

iG Minas Gerais |

Isento. Aécio enfatizou que quem fez denúncias contra a Petrobras não foi a oposição, mas a imprensa
VALTER PONTES
Isento. Aécio enfatizou que quem fez denúncias contra a Petrobras não foi a oposição, mas a imprensa

Salvador. O pré-candidato à Presidência da República pelo PSDB, Aécio Neves, cobrou explicações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a Petrobras durante sua gestão, quando ocorreu a polêmica compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. O tucano deu entrevista a uma rádio de Feira de Santana, a 109 km de Salvador, na Bahia, nessa segunda.  

“Alguns aliados do governo dizem que a CPI (da Petrobras) é para desgastar o governo. Ora, as oposições não fizeram as denúncias, foi a imprensa que, a partir do que ocorreu na Polícia Federal, mostrou os negócios que foram feitos lá. Será que é normal, será que o presidente Lula acha adequado uma refinaria que valia US$ 55 milhões num ano, no outro ano ser comprada por R$ 1,3 bilhão com dinheiro do povo brasileiro? O presidente precisa dar uma satisfação sobre a governança da principal empresa (brasileira)”, disse o senador mineiro.

Nessa segunda, Aécio dividiu as atenções na Bahia com o também pré-candidato à Presidência Eduardo Campos (PSB), que estava na cidade de Vitória da Conquista, e com o ex-presidente Lula, que visitou os municípios de São Francisco do Conde e Salvador.

O tucano se referiu à entrevista de Lula em que o petista alegou que propor uma CPI para investigar a Petrobras seria jogo político. “Há também a refinaria Abreu e Lima em Pernambuco, construída pela Petrobras, orçada em R$ 2,5 bilhões, em que já gastaram R$ 18 bilhões e não fica pronta por menos de R$ 20 bilhões. A CPI não tem o poder de pré-julgar ninguém. Se não tiver o que temer, tudo bem”, disse Aécio.

Em relação ao seu crescimento na última pesquisa de intenção de voto do Datafolha, Aécio afirmou que “a percepção que se tem hoje é que há um sentimento de mudança no Brasil”. “Há uma compreensão crescente de que as coisas não vão bem”. Ele citou que as pessoas estão alarmadas com os índices de violência e culpou uma suposta “omissão criminosa” em matéria de segurança: que “87% do que se gasta hoje no Brasil na área de segurança é dos Estados, apenas 13% é do governo federal”. Depois de Feira de Santana, Aécio foi à capital baiana receber o título de Cidadão Soteropolitano.

Caixa dois. Em entrevista ao jornal “A Tarde”, de Salvador, Lula disse acreditar que “tem gente” querendo fazer “caixa 2” com as denúncias da Petrobras. “Acho estranho é que em toda época de eleição aparece alguém com uma denúncia contra a Petrobras, que desaparece logo depois das eleições. Tenho às vezes a impressão que tem gente querendo fazer caixa 2 fazendo denúncia contra a Petrobras”.

Agenda

Ato. Em Salvador, Lula participou de ato com o pré-candidato do PT ao governo da Bahia, Rui Costa. Em São Francisco do Conde, ele prestigiou a inauguração do campus da Unilab.

Alckmin aceita Kassab como vice na chapa São Paulo.Em um aceno político, o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), avaliou que o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD) “tem todas as qualificações” para ser candidato a vice em sua chapa eleitoral na disputa pela reeleição. Nas últimas semanas, o PSDB tem ensaiado uma reaproximação com o presidente nacional do PSD, que tem reafirmado publicamente que será candidato ao governo estadual. Nos bastidores, aliados de Kassab relatam que o ex-prefeito negocia dar apoio ao PSDB tendo a vaga de vice.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave