Processo xamânico é simbólico e corporal

iG Minas Gerais | Ana Elizabeth Diniz |

A milenar metodologia xamânica se enraíza na arte de aprender a vivenciar a entrada e a saída de estados extraordinários de consciência.  

“O xamanismo é uma medicina natural praticada há mais de 40 mil anos. Não é uma religião como muitas pessoas ainda supõem. É uma experiência compassiva que busca solucionar dilemas existenciais usando o potencial terapêutico das experiências que ocorrem nos ampliados de consciência, ultrapassando as abordagens que são focadas apenas na história biográfica da pessoa”, ensina a professora Maluba.

O processo xamânico é simbólico e corporal. “A consciência precisa de um cérebro físico para se manifestar, e o cérebro físico precisa da consciência para construir significados e processar a aprendizagem dos contextos que conduzem a evolução humana em plenitude e inteireza”, explica a professora.

O cérebro registra como real toda construção criada por meio da imagem mental. “No entanto, é pelo simbólico e pela intermediação dos arquétipos que construímos a jornada ao mundo profundo da consciência”. 

A jornalista Ana Elizabeth Diniz escreve neste espaço às terças-feiras. E-mail: anadiniz@terra.com.br

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave