Cruzeirenses querem evitar, mas dizem estar preparados para pênaltis

Sob olhares atenciosos de Marcelo Oliveira, jogadores da Raposa acertam últimos ajustes para enfrentar time argentino

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES |

Bruno Rodrigo volta ao time após cumprir suspensão
Washington Alves/VIPCOMM
Bruno Rodrigo volta ao time após cumprir suspensão

Para garantir o direito de jogar às semifinais da Copa Libertadores da América, o Cruzeiro precisa vencer o San Lorenzo (ARG) por dois ou mais gols de diferença, nesta quarta-feira, às 22h, no Mineirão. Mesmo com o forte apoio que terá de seus torcedores, a missão azul não será fácil e tem o agravante de ficar ainda mais complicada, dependendo do resultado no tempo normal.

A história da Raposa na partida de volta das quartas de final será a seguinte: se levar um gol, terá que fazer três. E se balançar a rede dos argentinos apenas em uma oportunidade, a decisão será nos pênaltis.

Sabendo da importância de estar preparado para os desafios, Marcelo Oliveira já trabalha até cobranças de penais nos treinamentos na Toca II.

“É importante trabalhar e treinar para caprichar, acertar na batida, ganhar confiança. Se o jogo for para os pênaltis, há a certeza de estarmos bem treinados”, garantiu o meia Everton Ribeiro.

O zagueiro Bruno Rodrigo, que retorna ao time após cumprir suspensão no jogo de ida, espera que não haja necessidade das penalidades. Mas, também afirma que o importante é o Cruzeiro sair classificado.

“Há a possibilidade dos pênaltis, nós sabemos. Por isso temos que treinar mesmo. É natural isso, mas, claro, se puder evitar é melhor. Independentemente de qual forma, o Cruzeiro tem é que se classificar”, ressaltou.