Polícia de SP revela mais um caso de linchamento no Estado

Ane Kelly Santos foi sequestrada, torturada e assassinada em Osasco após ter roubado R$ 27 mil

iG Minas Gerais | Da redação |

Linchamento. Ane Kelly Santos, 26, teria sido torturada e assassinada como punição por roubo
FACEBOOK / REPRODUÇÃO
Linchamento. Ane Kelly Santos, 26, teria sido torturada e assassinada como punição por roubo

Em mais um episódio de uma sequência de linchamentos – e tentativas de linchamento – no Estado de São Paulo, a polícia prendeu três pessoas pela morte da manicure Ane Kelly Santos, 26. Uma denúncia anônima permitiu que os investigadores encontrassem um vídeo na sexta-feira passada, feito pelos criminosos, que mostra a vítima sendo torturada antes de ser morta em Osasco (SP). Os suspeitos foram identificados a partir das imagens. A Polícia Civil não soube informar como a vítima foi morta nem quando o corpo foi localizado.  

Ane Kelly estava desaparecida desde o dia 24 de abril. Em mensagem divulgada pelo Facebook, uma amiga da manicure relata que ela desapareceu após sair para comprar pão e que a família estava muito preocupada. De acordo com o jornal “O Globo”, a mulher foi sequestrada, torturada e assassinada porque roubou cerca de R$ 27 mil de Jackson Nunes Pereira, um dos três presos acusados de participação na morte.

Os outros presos são Valmir Lima Oliveira e Renata Fonseca. O cativeiro ficava na favela do Assucará. Ao delegado Zacarias Tadros, os suspeitos contaram que ela foi morta como punição por ter roubado um pacote de biscoitos da casa de Renata.

Guarujá. O quinto homem suspeito de ter participação no linchamento da dona de casa Fabiane Maria de Jesus, 33, na comunidade de Morrinhos, em Guarujá (SP), apresentou-se no início da tarde desta segunda no 1º Distrito Policial de Vicente de Carvalho, onde a ocorrência foi registrada.

Abel Vieira Batalha Júnior, 18, conhecido como Pepê, já tinha prisão temporária decretada e estava foragido. O suspeito é apontado como o homem que amarrou e jogou a dona de casa em uma vala, após ser espancada por moradores.

Pepê aparece em vídeos feitos por celulares amarrando e empurrando a vítima no mangue. Resgatada por policiais militares, Fabiane foi encaminhada ao Hospital Santo Amaro, onde morreu dois dias depois do espancamento, em consequência de traumatismo craniano e lesões por todo o corpo. A vítima foi confundida com uma suposta sequestradora de crianças.

Entenda Linchamento. É o assassinato de uma ou mais pessoas por uma multidão com o objetivo de punir ou manipular. Pena. O Código Penal brasileiro não prevê pena específica para o linchamento. Sendo assim, condenados pelo crime respondem por homicídio, cuja pena no país é de seis a 30 anos. Mulheres. Casos de mulheres linchadas são raros no país.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave