Servidores em greve manifestam no Odilon Behrens e garis na BR-040

Categoria pressiona a prefeitura por aumento salarial de 15% e reajuste no valor do vale-refeição para R$ 28; sindicato afirma que 50% de funcionários do hospital aderiram a greve

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Garis fecham rodovia no sexto dia de greve.
Sindibel/Divulgação
Garis fecham rodovia no sexto dia de greve.

Cerca de 100 profissionais da saúde estão reunidos na porta do Hospital Municipal Odilon Behrens (HOB), no centro de Belo Horizonte, em uma manifestação para cobrar da prefeitura um reajuste salarial de 15% e um aumento do vale-refeição para R$ 28, nesta segunda-feira (12). Os servidores municipais da capital entraram em greve no dia 6 de maio, já que a proposta da prefeitura foi de apenas 5,56% de acréscimo na remuneração.

A categoria também pede por melhorias nas unidades de saúde da cidade. O grupo ainda discute se fará passeata até a frente da prefeitura na avenida Afonso Pena.

De acordo com a assessoria Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte (Sindibel), 50% dos profissionais que atuam no HOB aderiram a greve e pararam as atividades nesta segunda-feira.

Mais um ato

Com o mesmo objetivo de reajuste, servidores efetivos da Superintendência de Limpeza Urbana (SLU), fecham a BR-040, na manhã desta segunda-feira (12), no sentido Sete Lagoas, em passeata, em direção ao aterro. Grupo usa faixas para pedir por melhores condições de trabalho.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os trabalhadores estão na altura do KM 532, próximo ao Anel Rodoviário.

Atualizada às 10h22