PM coloca o ‘bloco’ na rua

Cerca de um quarto do efetivo policial mineiro está escalado para a segurança na Copa

iG Minas Gerais | Thiago Nogueira |

A postos. Plano de ação da Polícia Militar durante a Copa foi apresentando na semana passada a empresários e entidades de classe
Wellington Pedro/Imprensa MG
A postos. Plano de ação da Polícia Militar durante a Copa foi apresentando na semana passada a empresários e entidades de classe

Para as ações de segurança da Copa do Mundo, a Polícia Militar de Minas Gerais vai disponibilizar 12.185 homens, o que representa 27,2% dos 44.787 policiais do efetivo do Estado (segundo dados de 2012 do governo estadual).

Os PMs vão atuar nos aeroportos, nos principais pontos turísticos, nos setores hoteleiros, nos terminais de mobilidade urbana, nas rodovias, nas Fan Fests do Expominas, no Mineirão, nos Centros Oficias de Treinamento – no Sesc Venda Nova e na Arena Independência – e nos três nos Centros de Treinamento de Seleções (CTSs): a Cidade do Galo, da Argentina, as Tocas I e II, do Chile, e a Arena do Jacaré, do Uruguai.

Os policiais também vão trabalhar na escolta de seleções e autoridades. Os PMs da capital estarão divididos em três forças públicas. A primeira, com 5.661 homens, irá atuar no chamado perímetro verde, externo aos pontos de bloqueio previstos no entorno do Mineirão, vias de acesso ao estádio, centro de Belo Horizonte e outros locais de concentração de pessoas.

A segunda força pública terá 2.630 policiais e vai agir no chamados perímetros amarelo ou verde, quando da volta do crescimento da criminalidade ou da realização de manifestações violentas.

Já a terceira força fica por conta do perímetro amarelo, com atuação nas proximidades do estádio, pontos turísticos, hotéis, CTs, terminais de transporte coletivo, metrô e aeroportos, ou seja, em locais de situações de normalidade ou movimentos pacíficos. Neste grupo serão 2.860 policiais. O restante do efetivo para a Copa (1.034) são dos batalhões de Vespasiano e de Sete Lagoas.

Equipamentos. Para a Copa, a corporação mineira contará com 245 câmeras de videomonitoramento, 80 viaturas, além de um imageador aéreo, plataforma de observação elevada, armas de impulsos elétricos, granadas de luz, som e efeito moral.

Fronteiras

Operação. Forças de segurança iniciaram uma ação nesse domingo para combater crimes na fronteira brasileira. A operação Ágata 8 envolve 30 mil homens do Exército, Marinha e Aeronáutica, além de agentes policiais.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave