Rede também fala em ser alternativa

iG Minas Gerais | Larissa Arantes |

O ambientalista Apolo Heringer, pré-candidato da Rede Sustentabilidade e de parte do PSB ao governo do Estado, também adotou o discurso de ser uma alternativa à polarização entre PT, com o ex-ministro Fernando Pimentel, e PSDB, com o também ex-ministro Pimenta da Veiga. “Essa aliança diz que o Brasil precisa de uma alternativa a esse ciclo já viciado de governo PT/PSDB”, afirmou Heringer em entrevista a O TEMPO no último dia 27.  

O nome do ambientalista, no entanto, sofre resistências dentro do PSB e do próprio presidente estadual, deputado federal Júlio Delgado, que já havia anunciado que a legenda apoiaria o candidato tucano. O vice-presidente, Mário Assad, afirma que a tese será levada para a convenção estadual e que tem chance de ser vitoriosa.

Na última reunião realizada pela Rede/PSB, na Câmara Municipal, a ex-senadora e fundadora da Rede, Marina Silva, defendeu o incentivo ao lançamento de nomes próprios e destacou Heringer como “nosso candidato a governador em Minas Gerais”. 

Protagonismo

Divulgação. De acordo com Marina Silva, a dobradinha Rede/PSB já conseguiu lançar 14 pré-candidaturas próprias no Brasil. Essa é uma forma de viabilizar palanque para o presidenciável Eduardo Campos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave