Santos conta com gol irregular para vencer a primeira no Brasileiro

Com seis pontos, o Santos subiu para o 11.º lugar, empatado com Palmeiras e São Paulo. Na próxima rodada, domingo, recebe o Atlético

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O Santos contou com mais um gol irregular para vencer o lanterna Figueirense, por 2 a 0, neste domingo, em Londrina (PR), pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. A vitória foi a primeira dos vice-campeões paulistas, que vinham de três empates. Gabriel abriu o placar em impedimento e Arouca ampliou no segundo tempo. A partida aconteceu no Paraná porque o time catarinense cumpre pena de perda de mando de campo.

Com seis pontos, o Santos subiu para o 11.º lugar, empatado com Palmeiras e São Paulo. Na próxima rodada, domingo, recebe o Atlético-MG. Antes, joga contra o Princesa do Solimões-AM, na Vila, pela Copa do Brasil.

Já o Figueirense só perdeu neste Brasileirão. Lanterna e sem fazer gols no Brasileirão, indica que deverá ser um bom coadjuvante para o primeiro jogo do Itaquerão, domingo que vem.

O JOGO - O pior time do Brasileirão poderia ser a vítima perfeita para Leandro Damião desencantar. Mas Oswaldo de Oliveira se cansou das atuações ruins do centroavante e o mandou para o banco de reservas, com Lucas Lima entrando no time. Passando do 4-3-3 para o 4-4-2, o treinador queria ganhar o meio-campo. E conseguiu.

Com dois meias, o Santos dominava a posse de bola e criava as melhores chances. Aos 15, Lucas Lima recebeu livre pela direita, mas chutou mal. Aos 29, Cícero arriscou da entrada da área, e mandou à esquerda do gol. Gabriel quase fez de costas aos 33, quando Tiago Volpi socou a bola na sua nuca. Marquinhos tirou em cima da linha.

De tanto pressionar, o Santos abriu o placar, mas num gol irregular. Emerson cruzou da esquerda e Gabriel, bastante à frente do penúltimo homem da linha de defesa catarinense, mandou para o gol vazio. Foi o segundo do Santos no Campeonato, o segundo de Gabriel, o segundo claramente impedido, assim como aconteceu no empate com o Sport na estreia.

Para não ficar que o Santos só faz gol irregular, Arouca ampliou. Aos 16 do segundo tempo, ele limpou a jogada pela direita, bateu rasteiro, e colocou no canto direito do goleiro Tiago Volpi. Pouco depois, aos 21, Raul deu um tranco duro em Gabriel, fora da disputa de bola, e foi expulso.

Com um jogador a menos, o Figueirense não conseguiu assustar. O Santos, por sua vez, até teve a chance de fazer o terceiro, em boa jogada individual de Zé Carlos, que driblou três mas demorou a chutar. Oswaldo de Oliveira fez três mudanças, mas Damião não saiu do banco. No finalzinho, Cicinho foi expulso pela combinação de falta e reclamação.

FICHA TÉCNICA:

FIGUEIRENSE 0 X 2 SANTOS

FIGUEIRENSE - Tiago Volpi; Artur (Leandro Silva), Marquinhos, Raul e Lazaroni; Nem, Luan e Marco Antônio (Rivaldo); Dudu, Everton Santos (Vítor Júnior) e Ricardo Bueno. Técnico - Guto Ferreira.

SANTOS - Aranha; Cicinho, Jubal, David Braz e Emerson (Zé Carlos); Alison (Leandrinho), Arouca, Cícero e Lucas Lima (Geuvânio); Gabriel e Thiago Ribeiro. Técnico - Oswaldo de Oliveira.

GOL - Gabriel, aos 43 minutos do primeiro tempo; Arouca, aos 16 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Francisco Carlos do Nascimento (Fifa/AL)

CARTÃO AMARELO - Nem (Figueirense).

CARTÕES VERMELHOS - Raul (Figueirense) e Cicinho (Santos).

RENDA - R$ 258,885,00.

PÚBLICO - 7.806 pagantes.

LOCAL - Estádio do Café, em Londrina (PR).