Grêmio derrota Chapecoense com dois gols de Barcos

Na casa do Chapecoense, Grêmio vence jogo com dois gols do atacante argentino e recupera a confiança no Brasileirão

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Com dois gols de Barcos, Grêmio bateu o Chapecoense na casa do adversário
Com dois gols de Barcos, Grêmio bateu o Chapecoense na casa do adversário

Se o Grêmio queria a vitória para recuperar a confiança no Brasileirão, pode se dizer que conseguiu mais que isso neste domingo diante da Chapecoense. Além do triunfo na casa do adversário, por 2 a 1, o time gaúcho experimentou uma importante evolução ao longo dos 90 minutos, mostrando que pode ter engrenado de vez na competição. Nos momentos iniciais da partida, o goleiro Marcelo Grohe teve de se esforçar para que a equipe de Chapecó não balançasse as redes primeiro. Aos poucos, contudo, os jogadores do Grêmio foram ganhando espaço e chegando com certo perigo pelas laterais em movimento capitaneado por Barcos. Não surpreende o fato de que tenha saído dos pés do atacante argentino os dois gols da vitória gremista. Do lado da Chapecoense, que inegavelmente começou melhor, os destaques ficaram por conta de André Paulino, Leandro e Régis, que tiveram suas chances, mas sem sucesso. Tiago Luís, que entrou nos últimos minutos, fez o gol de honra. Com a vitória, o Grêmio soma agora sete pontos, enquanto que a Chapecoense permanece com apenas um, na zona de rebaixamento do Brasileirão. Chapecoense e Grêmio voltam a campo no próximo domingo, pela quinta rodada do campeonato. Enquanto a equipe catarinense encara o Atlético-PR fora de casa, o time gaúcho recebe o Fluminense. O JOGO - Os donos da casa não se intimidaram diante do Grêmio e começaram melhor a disputa na Arena Condá. Foi da Chapecoense a primeira chance real de gol, logo aos seis minutos. Régis recebeu e dominou quase na entrada da área. O chute saiu bem colocado e obrigou Marcelo Grohe a fazer boa defesa. Nove minutos depois, a Chapecoense novamente tomou a iniciativa. Marcelo Grohe precisou sair aos pés de Leandro e fechar o ângulo próximo da pequena área, para evitar o gol. O Grêmio só foi levar perigo aos 25 minutos, quando Dudu, após tabela com Barcos, arriscou uma bomba. Danilo espalmou e impediu que as redes balançassem. Um minuto depois, Alan Ruiz, de canhota, chutou em curva, mas o goleiro da Chapecoense conseguiu segurar. Os lances deram ânimo ao Grêmio, que, após um início tímido, passou a atuar pelas laterais, chegando ao gol aos 30 minutos. Barcos aproveitou sobra deixada por Alan Ruiz após escanteio e, em um giro dentro da área, mandou forte para o gol. Sem outros grandes lances, o primeiro tempo terminou assim, com os visitantes na frente. Na volta dos vestiários, a Chapecoense começou melhor. No primeiro minuto, André Paulino carimbou o travessão após cobrança de falta. O lance, entretanto, foi pontual. Tanto é que aos 11 Barcos já estava dominando novamente na linha de frente. Sozinho, ele entrou na área, se livrou de André Paulino e chutou de canhota, obrigando Danilo a se esticar para defender. Já aos 19 minutos a movimentação do Grêmio deu resultado, mais uma vez com Barcos. Luan chutou para Dudu, livre na esquerda, que, por sua vez, serviu ao atacante argentino para marcar o segundo gol do Grêmio com facilidade. A comemoração dele, com as mãos nas orelhas e em frente à torcida da Chapecoense, contudo, lhe rendeu um cartão amarelo. Com a vitória dada como certa, o Grêmio baixou o ritmo nos minutos, o que abriu espaço para que a Chapecoense fizesse seu gol de honra já nos acréscimos. Logo após entrar em campo, Tiago Luís aproveitou a espalmada de Marcelo Grohe em um chute de Alemão e mandou para as redes. Placar final da Arena Condá: Chapecoense 1 x 2 Grêmio. FICHA TÉCNICA: CHAPECOENSE 1 X 2 GRÊMIO CHAPECOENSE - Danilo; Ednei, Rafael Lima, André Paulino e Neuton; Abuda (Alemão), Diones, Ricardo Conceição e Régis (Neném); Fabinho Alves (Tiago Luis) e Leandro. Técnico: Gilmar dal Pozzo. GRÊMIO - Marcelo Grohe; Pará, Werley, Bressan e Wendell; Edinho, Riveros, Rodriguinho (Ramiro), Alan Ruiz (Luan) e Dudu (Zé Roberto); Barcos. Técnico: Enderson Moreira. GOLS - Barcos, aos 30 minutos do primeiro tempo; Barcos, aos 19, e Tiago Luís, aos 46 minutos do segundo tempo. ÁRBITRO - Dewson Fernando Freitas da Silva (PA). CARTÕES AMARELOS - André Paulino e Rafael Lima (Chapecoense); Barcos, Dudu, Edinho e Luan (Grêmio). RENDA - Não disponível. PÚBLICO - 19.175 pessoas. LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Leia tudo sobre: grêmiochapecoensecampeonato brasileirobrasileirão