Vietnamitas protestam contra plataforma chinesa

Vietnã tenta impedir empresa de implantar uma plataforma de petróleo a cerca de 130 milhas náuticas da costa do país; região é considerada "zona econômica exclusiva"

iG Minas Gerais | Da redação |

Centenas de pessoas se reuniram na manhã deste domingo, 11, em frente à Embaixada da China no Vietnã, localizada em Hanói, para criticar a tentativa de implantação de uma plataforma de petróleo por uma estatal de energia chinesa em águas ao largo do Vietnã, em um raro protesto não proibido pelas autoridades do Vietnã. Alguns manifestantes carregavam bandeiras vietnamitas e gritavam "Abaixo a China". Protestos públicos são raros em Hanói e, muitas vezes, são rapidamente debelados pelas autoridades. Mas a polícia não interveio para parar a marcha deste domingo, que durou cerca de três horas. Manifestações contra a plataforma de petróleo chinesa também ocorreram em outras grandes cidades do Vietnã esta manhã, informou a mídia estatal. Milhares de pessoas em Ho Chi Minh, centro econômico do país, marcharam rumo ao Consulado Geral chinês pela manhã com bandeiras e gritaram palavras de ordem contra a China. Além disso, mais de 3 mil pessoas em Danang, uma cidade turística costeira no centro do Vietnã, se reuniram em um parque da cidade exigindo que a China retire a plataforma de petróleo e cantando que o mar naquela área "pertence ao Vietnã". O Vietnã tem tentado desde a semana passada impedir a empresa China National Offshore Oil de implantar uma plataforma de petróleo a cerca de 130 milhas náuticas da costa do Vietnã. O ponto, conforme o Vietnã, está bem dentro de sua "zona econômica exclusiva", definida pelas Nações Unidas como áreas distantes até 370 quilômetros de costa de um país.

Agência Estado

Leia tudo sobre: VietnãChinaplataforma de petróleo