Maioria não está satisfeita com a própria imagem

iG Minas Gerais | Raquel Sodré |

Uma pesquisa brasileira, conduzida pela doutora em gerontologia biomédica Laura Maria Brenner Ceia Ramos Mariano da Rocha, revelou que 70% das pessoas com mais de 60 anos tinham alguma insatisfação com o próprio corpo.  

“Não é uma insatisfação com o peso, como ocorre com as pessoas mais jovens. Os idosos estão insatisfeitos porque não se enxergam naquele corpo. Eles estão superbem funcionalmente, mas o corpo não ajuda, porque tem artrite, tem outros problemas que dificultam a locomoção e comprometem a autonomia”, explica.

A médica também descobriu que quem tinha uma autoimagem pior cuidava-se menos. Além disso, os dados mostraram uma relação entre a insatisfação com o próprio corpo e a depressão. “As pessoas insatisfeitas com a imagem se sentiam tristes na maior parte do tempo”, diz.

Para contornar isso, a receita é simples. “Atividade física sempre. Quem começar cedo e não parar vai ter qualidade de vida melhor e não vai ter depressão. A pessoa deve ter uma boa alimentação e socializar. Os idosos têm que estar inseridos em um contexto em que se sinta útil, onde tenha uma função, ele tem que participar”, aconselha. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave