Al-Rayyan comemora segundo lugar como um título

Equipe do Catar foi além do inicialmente imaginado no Mundial de Clubes, tornando-se a grande surpresa desta edição

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Esportes - Belo Horizonte, Mg. FIVB.  Mens Club World Championship, realizado no Estadio do Mineirinho em Belo Horizonte. Disputa do primeiro lugar entre Belogorie-RUS e Al-Rayyan. Fotos: Leo Fontes / O Tempo - 10.5.14
LEO FONTES / O TEMPO
Esportes - Belo Horizonte, Mg. FIVB. Mens Club World Championship, realizado no Estadio do Mineirinho em Belo Horizonte. Disputa do primeiro lugar entre Belogorie-RUS e Al-Rayyan. Fotos: Leo Fontes / O Tempo - 10.5.14

A derrota na final do Mundial de Clubes não abalou o Al-Rayyan. Pelo contrário. A equipe de Doha entrou na decisão com um resultado além do esperado inicialmente. Apesar da luta no último jogo do campeonato, contra os russos do Belogorie Belgorod, o saldo foi mais do que positivo.

“Estamos felizes, e esse resultado caiu como um título. Passamos por cima de dificuldades, como a falta de tempo para treinar e nenhum entrosamento. Chegar na final contra o time mais forte do mundo foi uma vitória, e tenho muito orgulho de fazer parte deste time. Colocamos o nome do Al-Rayyan na história”, destacou o levantador brasileiro Rapha.

Depois de assustar os europeus no primeiro set, o time do Oriente Médio caiu de produção nas etapas seguintes e permitiu a reação dos gigantes russos. “Começamos agressivos, mas ao longo do jogo sabíamos que seria complicado suportar toda a pressão. Eles mantiveram um ritmo intenso durante todo o jogo, e para a gente isso não é normal, até porque não estamos acostumados a jogar juntos. No geral, foi muito bom”, avaliou o armador.

Consciente da superioridade russa, o brasileiro reconheceu a qualidade da equipe adversária, que estreou em Mundiais. “Eles são mais fortes mesmo, e tentamos com todas as nossas forças. Eles foram melhores e mereceram”, completou.

Leia tudo sobre: voleimundial de clubesal-rayyanfestejousegundolugartitulo