Sada Cruzeiro fecha sequência de jogos incomum para o vôlei brasileiro

Equipe celeste teve quase 12 meses diretos de trabalhos intensos na temporada 2013/2014

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

ESPORTES - BELO HORIZONTE MG - 9.5.2014 - MUNDIAL DE CLUBES VOLEI FIVB 2014 - Partida entre SADA CRUZEIRO (branco) e AL-RAYYAN (vermelho), no Ginasio Mineirinho em Belo Horizonte MG.
Foto: Douglas Magno / O Tempo
douglas magno
ESPORTES - BELO HORIZONTE MG - 9.5.2014 - MUNDIAL DE CLUBES VOLEI FIVB 2014 - Partida entre SADA CRUZEIRO (branco) e AL-RAYYAN (vermelho), no Ginasio Mineirinho em Belo Horizonte MG. Foto: Douglas Magno / O Tempo

Nos seus quase 20 anos de carreira, o ponteiro Filipe, do Sada Cruzeiro, revela que nunca passou por uma temporada tão longa e desgastante. Os treinos do atual campeão brasileiro e mundial começaram em junho de 2013. A soma dá quase 12 meses de trabalho ininterrupto, algo incomum para a realidade do vôlei brasileiro.

“Foi um ano cansativo, mas sabemos que isso não é desculpa. Ficam as lições de tudo que aconteceu. Nunca tive uma temporada tão desgastante como esta. Mas nos empenhamos, fizemos uma preparação com amistosos diante da seleção, dentro do que podíamos”, apontou o celeste, sobre a derrota na semifinal do Mundial para o Al-Rayyan, do Catar. Restou ao time a disputa do bronze contra o UPCN, da Argentina.

O assistente-técnico Humberto Martelete sabe que o ano foi duro, mas acredita que o trabalho foi bem feito e que os motivos da ausência na final foram outros. “Nossa comissão trabalha muito bem, inclusive na parte física. Ao todo, foram cinco campeonatos, mas tivemos algumas pausas e não creio que o desgaste tenha influenciado no resultado final”, analisou.

Apesar de estar de fora da decisão, Filipe lembra da temporada vitoriosa que fez ao lado dos companheiros. “Isso não pode tirar o brilho da nossa temporada, foram cinco títulos, 15 finais seguidas. Sabíamos das dificuldades que teríamos, mas temos que valorizar o que conquistamos”, enalteceu.

Leia tudo sobre: voleimundial de clubessada cruzeirotemporadadesgastante