Ancelotti poupa Cristiano Ronaldo e mais quatro no Espanhol

Além do atacante português, o treinador vai preservar Di Maria, que deixou a última partida com dores, Carvajal, Varane e Pepe

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Ancelotti afirma que time precisa analisar os erros para melhorar
REAL MADRID/ DIVULGAÇÃO
Ancelotti afirma que time precisa analisar os erros para melhorar

O técnico Carlo Ancelotti resolveu focar sua atenção na decisão da Liga dos Campeões. Com poucas chances de título no Campeonato Espanhol, ele decidiu poupar Cristiano Ronaldo e mais quatro jogadores na partida contra o Celta de Vigo, neste domingo, em rodada da competição nacional.

Além do atacante português, o treinador vai preservar Di Maria, que deixou a última partida com dores, Carvajal, Varane e Pepe, que ainda é dúvida para a final da Liga dos Campeões. Eles nem foram relacionados para o duelo deste fim de semana. Em terceiro lugar na tabela, o Real só tem chance de título se Atlético de Madrid e Barcelona tropeçarem nas duas rodadas finais do Espanhol.

Por essa razão, Ancelotti decidiu concentrar energia no torneio europeu. "Eu prefiro não correr riscos. Se amanhã fosse uma final, eu colocaria ele em campo, mas não será uma final", ponderou o treinador. "Prefiro ser cuidadoso com ele, Pepe, Varane, Carvajal e Di María. A decisão foi tomada em conjunto com o departamento médico".

Cristiano Ronaldo sentiu dores na perna direita no empate com o Valladolid, na quarta-feira, em jogo atrasado do Espanhol. Por precaução, foi tirado de campo aos 8 minutos de jogo. No dia seguinte, o atacante voltou a correr no treino do Real Madrid, sem mostrar sinais de dores. No entanto, acabou sendo vetado pelo treinador para este fim de semana.

Sem alguns dos principais jogadores, Ancelotti terá como compensação os retornos de Khedira e Arbeloa, recuperados de lesão. A dupla chegou a ficar ameaçada de perder a Copa do Mundo a qual devem jogar por Alemanha e Espanha respectivamente, mas está reabilitada e foi relacionada para o jogo contra o Celta.

Mesmo focado na final da Liga dos Campeões, no dia 24, Ancelotti garantiu que ainda não jogou a toalha no Espanhol, apesar das baixas por precaução. "Enquanto tivermos chances matemáticas, tudo pode acontecer. Vou colocar em campo um time que buscará a vitória", disse o treinador.

Em terceiro lugar na tabela, o Real Madrid soma 84 pontos, contra 85 do Barcelona e 88 do Atlético de Madrid. O time catalão ainda tem boas chances de título porque jogará a rodada final justamente contra o líder Atlético, em casa.