Contra os russos, Alan espera torcida de mineiros na final

Jogador do Al-Rayyan, que nasceu em Belo Horizonte, conta com apoio dos brasileiros em confronto com time do principal algoz da seleção brasileira nos Jogos Olímpicos de Londres

iG Minas Gerais | DIEGO COSTA |

Geralmente, quando o anfitrião de um campeonato é eliminado da competição, a equipe algoz do time da casa acaba sofrendo com a aversão dos torcedores locais. Mas o brasileiro Alan, líbero do Al-Rayyan, espera que a história não se repita com o clube catariano, que venceu o Sada Cruzeiro em um dos duelos das semifinais do Mundial de Clubes de vôlei.

A decisão será contra o Belogorie-RUS, neste sábado, às 19h, no Mineirinho. Alan acredita que o torcedor de Belo Horizonte vai apoiar o Al-Rayyan.

"A gente espera que a torcida seja para nós. Tem dois brasileiros no time (o próprio Alan e o levantador Rapha), eu sou de Belo Horizonte. E o brasileiro também odeia o Muserskiy, por tudo que fez contra o Brasil. Então, a torcida tem de ser para tirar esse título do russo", enfatizou Alan.

Entretanto, o brasileiro acredita que os russos chegam em melhores condições para brigar pelo título.

"O favoritismo é todo deles. Estão jogando juntos há muito tempo. Mas a gente vai brigar pelo campeonato", acrescentou o líbero. 

Leia tudo sobre: voleimundial de clubesalantorcidamineira