Duas travestis são encontradas mortas na Pampulha neste sábado

Uma das vítimas foi encontrada boiando na Lagoa da Pampulha e a outra no jardim de uma residência também próxima a lagoa

iG Minas Gerais | Natália Oliveira |

Duas travestis foram encontradas mortas na manhã deste sábado (10) na região da Pampulha. O corpo de uma delas estava boiando na orla da Lagoa da Pampulha, próximo ao Museu da Pampulha, já o outro estava em uma residência na rua Alcatrazes, no bairro Jardim Atlântico. A Polícia Militar (PM) não tem informações sobre autorias e motivação dos crimes.

Um funcionário da casa onde estava um dos corpos contou que chegou e se deparou com a vítima no jardim. Segundo ele, na residência moram dois idosos que não ouviram e nem viram nada. O funcionário, que preferiu anonimato, contou que avisou a filha do casal de idosos e ela acionou a polícia. "Eu acho que a morte pode ter ocorrido a noite, porque o cachorro latia muito", contou.

De acordo com militares do 49º Batalhão da PM, o corpo estava com sinais de enforcamento e somente com uma camisa. Como não portava nenhum documento não foi possível saber a identificação da travesti.

Ainda durante a manhã deste sábado, um outro corpo, também de uma travesti foi encontrado boiando próximo as margens da Lagoa da Pampulha. Um pedestre acionou o Corpo de Bombeiros. Segundo os militares o corpo é de uma travesti negra e com aproximadamente 40 anos, também sem identificação.

Os dois corpos foram encaminhados para o Instituto-Médico Legal de (IML) de Belo Horizonte, onde serão periciados. A Polícia Civil vai investigar os homicídios e se há relação entre os crimes.

Leia tudo sobre: assassinatogaytravestismortos