Obra visa estimular a leitura com toque de colecionismo

“Álbum de Poeminhas”, com textos e fotos de Marcus Nascimento, será lançado hoje na Quixote

iG Minas Gerais | Carlos Andrei Siquara |

Autor.  Marcus Nascimento aborda em seus poemas temas como a vida, a família, e o cotidiano
Bellini Andrade
Autor. Marcus Nascimento aborda em seus poemas temas como a vida, a família, e o cotidiano

Durante alguns encontros descontraídos, a jornalista Jacqueline Guimarães Ferreira e o escritor e diretor de cinema Marcus Nascimento conceberam a ideia que deu origem ao “Álbum de Poeminhas”, cujo lançamento acontece hoje na livraria Quixote. Foi nesse mesmo local que os dois, ao verem o filho de Marcus brincando com um álbum de figurinhas, há cerca de três anos, chegaram ao formato de um livro que se inspira naquelas edições voltadas ao colecionismo.

“Nós estávamos nessa livraria num dia em que o escritor Bartolomeu Campos de Queirós (1944-2012) também se encontrava ali. Ele já havia lançado o Movimento por um Brasil Literário e isso fortaleceu a nossa ideia de promover um projeto que fosse interessante e estimulasse a leitura”, recorda Jacqueline Guimarães.

A organizadora do título, junto com Marcus Nascimento e o diagramador Maurizio Manzo, diz que ao pensarem em algo criativo veio à mente a tentativa de abarcar também uma experiência lúdica. “Perguntamos a nós mesmos: e se fizéssemos um álbum de pequenos poemas? Os textos seriam menores justamente para serem impressos como se fossem uma figurinha. Como o Marcus já havia produzido dois outros trabalhos que tinham uma experimentação de linguagem, percebemos que um diferencial dessa proposta seria estimular o sentido do tato”, acrescenta Jacqueline.

Mas em vez de ter números dispostos para guiar as colagens nas páginas, ela frisa que o leitor vai achar palavras sobre as quais os poemas podem ser fixados. “As escolhas são, assim, subjetivas. É bem possível que, por esse motivo, cada álbum ganha uma versão diferente”, afirma ela, que escolheu os 62 escritos de Nascimento reunidos no pacote que acompanha o álbum.

Realizado por meio de recursos aprovados na Lei municipal de Incentivo à Cultura, esse material a partir de junho deverá também circular em escolas públicas e centros culturais de Belo Horizonte. Para o autor dos textos, a dinâmica do projeto é adequado à fruição da leitura de poesia.

“Acho que o álbum tem tudo a ver com a maneira como lemos os poemas. Esses textos, muitas vezes, não têm um sentido claro e único. Ter essa possibilidade de escolher o lugar onde colar um poema na página reflete justamente essa flexibilidade de interpretação”, diz.

Agenda

O quê. Lançamento de “Álbum de Poeminhas”

Quando. Hoje, às 11h

Onde. Livraria Quixote (rua Fernandes Tourinho, 274, Savassi)

Quanto. Entrada franca

Saiba mais

“Álbum de Poeminhas” saiu com tiragem de 500 exemplares e será vendido na Quixote ao preço de R$ 10.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave