Velho Chico se rende a Baco

Produção de vinhos às margens do rio São Francisco está em franca expansão

iG Minas Gerais | JOÃO PAULO COSTA |

A introdução de uva irrigada no Vale do São Francisco, que resulta na produção de vinhos finos, também vem alimentando o enoturismo na região
JOTA FREITAS BAHIATURSA/DIVULGAÇÃO
A introdução de uva irrigada no Vale do São Francisco, que resulta na produção de vinhos finos, também vem alimentando o enoturismo na região

Para os apreciadores de um bom vinho e adeptos do enoturismo, a Bahia também oferece aos turistas essa possibilidade. Trata-se da região do Vale do São Francisco – a 500 km de Salvador –, entre o sertão baiano e o agreste pernambucano, onde o visitante pode conhecer os vinhedos, aprender sobre a colheita das uvas, ver de perto a preparação dos vinhos e, de quebra, fazer degustações de ótimas safras nas vinícolas locais.

A região vinícola do Vale do São Francisco, que era apenas uma área viticultora, ganha agora ares turísticos, recebendo cada vez mais visitantes. Primeira área vinícola tropical do mundo, o Vale do São Francisco tornou-se o segundo maior centro produtor de vinhos finos do país.

As principais cidades da região são Juazeiro, Sobradinho e Casa Nova, onde fica a vinícola Miolo, que produz lá mais de 3 milhões de litros de vinho por ano, entre tintos e brancos (suaves e secos) e espumantes.

Outros atrativos interessantes da região são as pequenas ilhas do rio São Francisco, que ficam próximas de Juazeiro e são boas opções de lazer

Expertise

Nos últimos anos, os investimentos em pesquisas e aprimoramento de técnicas adequadas ao cultivo das uvas em harmonia com o clima da região deram gás para a fabricação dos vinhos. Por se tratar de uma experiência única, a produção é considerada, por enólogos e enófilos, uma referência mundial. Além de já ter faturado vários prêmios, os vinhos do Vale do São Francisco receberam críticas positivas no jornal “The New York Times” e elogios de Jancis Robinson, famosa crítica de vinhos do “Financial Times”.

Ao contrário de outras regiões mais tradicionais especializadas na arte de fabricar vinhos, onde há uma safra por ano, a colheita dos vinhos dessa região acontece o ano inteiro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave