Assistente de Bernardinho analisa jogadores brasileiros e estrangeiros

Rubinho está em Belo Horizonte para colher informações sobre atletas do Sada e de adversários na Liga Mundial, que começa em duas semanas

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

A função de treinadores e assistentes vai muito além de comandar suas equipes à beira da quadra. O Mundial de Clubes, que acontece no Mineirinho, é uma ótima oportunidade para esses profissionais conhecerem melhor alguns jogadores internacionais, que não costumam jogar em terras brasileiras com frequência.

A facilidade do contato não deixou dúvidas sobre a presença de Rubinho, assistente técnico de Bernardinho na seleção brasileira, no Mineirinho.

Além de observar os quatro jogadores do Sada Cruzeiro convocados para a Liga Mundial (o levantador William, o oposto Wallace e os centrais Éder e Isac), Rubinho analisa alguns dos adversários do Brasil na competição, que começa para o time verde-amarelo em duas semanas. O time de Bernardinho está no grupo de Itália, Polônia e Irã.

“Aqui temos o Travica, levantador da Itália e quatro ou cinco jogadores da seleção do Irã. É sempre importante acompanhar quando as oportunidades aparecem. Vendo de perto os jogos, temos uma melhor condição de recolher informações, que serão analisadas posteriormente”, afirma Rubinho.

Atletas de outras seleções que estarão na Liga Mundial participam do torneio que acontece no ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte, a exemplo de russos e argentinos. A Itália, por ser sede da fase final, já está garantida e a presença de Travica neste momento da competição deve acontecer, ao contrário da estreia diante do Brasil. “Não acredito muito que ele vá jogar nesta primeira partida. Mas futuramente, sua presença é certa”, indica o assistente sobre o jogador do Belogorie.

O Brasil estreia no dia 23 de maio, em Jaraguá do Sul (SC), contra a Itália. A sequência reserva duelos com poloneses e iranianos.

 

Leia tudo sobre: mundial de clubesvoleirubinhoacompanhajogadoresbrasilestrangeirosliga mundial