Palmeiras oficializa meia Bernardo por empréstimo

Meia só fui titular em quatro jogos pelo Vasco nesta temporada e no último ano se envolveu em uma polêmica com traficantes

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Em sua apresentação no Palmeiras, Bernardo afirmou que tem o dom nas bolas paradas
Site oficial/Divulgação
Em sua apresentação no Palmeiras, Bernardo afirmou que tem o dom nas bolas paradas

O Palmeiras oficializou, nesta sexta-feira, a contratação do meia Bernardo, que estava no Vasco. O jogador, de 23 anos, é filho de um ex-jogador do clube paulista e acertou para ficar no Palestra Itália até o fim do ano, por empréstimo, com opção de compra. Ele chega para a posição mais bem servida do elenco alviverde.

Para a armação, o Palmeiras tem Valdivia, Bruno Cesar, Mendieta, Felipe Menezes, Serginho, Mazinho e Marquinhos Gabriel. Além deles, Diogo pode ser improvisado no meio-campo, como já jogou diversas vezes na carreira. Em contrapartida, o comando de ataque tem só Miguel e Henrique como opções.

Bernardo sabe que vai precisar brigar por espaço e promete conquistar o seu com muita dedicação ao clube de coração. “A torcida pode esperar muita vontade e muita raça. Acho que a maioria das pessoas sabe do meu futebol, da vontade de vencer que tenho a cada partida e estou muito feliz de estar vestindo a camisa do Palmeiras”, afirmou.

Bernardo é filho de Hélio, atacante que jogou pelo Palmeiras entre 1983 e 1985 e que, em 83 partidas, marcou 11 gols. "Meu pai foi revelado aqui no Palmeiras, fez algumas partidas, jogou com Leão, e já há uma cobrança dentro de casa por ter jogado aqui. Espero fazer o meu melhor e um pouquinho mais do que ele fez”, brincou.

O reforço se apresentou à torcida e avisou que tem o "dom" nas bolas paradas. “Sou um meia atacante com chegada, sei me posicionar bem para finalizar. Em bola parada, graças a Deus, eu tenho um dom e espero colocar tudo em prática nos jogos.”

O meia só fui titular em quatro jogos pelo Vasco nesta temporada e no último ano se envolveu em uma polêmica. Bernardo ficou como refém de traficantes em uma favela no Rio de Janeiro por ter um suposto envolvimento com a namorada de um deles. Pelo futebol paulista, o jogador já atuou pelo Santos, em 2012.