Fifa confirma candidatura do Brasil em Mundial de Clubes

País terá a concorrência do Japão e dos Emirados Árabes Unidos, que receberam recentemente edições do torneio internacional

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Em 2013, o Bayern de Munique conquistou o Mundial, que foi realizado no Marrocos
DOUGLAS MAGNO/O TEMPO
Em 2013, o Bayern de Munique conquistou o Mundial, que foi realizado no Marrocos

A Fifa oficializou nesta sexta-feira a candidatura do Brasil para sediar os Mundiais de Clubes de 2017 e 2018. O País terá a concorrência do Japão e dos Emirados Árabes Unidos, que receberam recentemente edições do torneio internacional - neste ano, a disputa será novamente no Marrocos.

O interesse do Brasil em receber o evento já era conhecido há alguns meses, mas somente nesta sexta a Fifa confirmou os candidatos a sediar o Mundial por dois anos seguidos. Para completar o processo de candidatura, os representantes brasileiros devem enviar os devidos documentos à Fifa até o dia 25 de agosto.

A decisão sobre o país-sede do Mundial de Clubes em 2017 e 2018 será anunciada pelo Comitê Executivo da Fifa em setembro. Na mesma data, a entidade revelará a sede dos Mundiais de 2015 e 2016 - Índia e o Japão, novamente, são os candidatos.

O Brasil também se candidatou oficialmente para sediar o Mundial de Futebol de Areia de 2017. Para tanto, o País terá rivais de peso como adversários nesta disputa, como Estados Unidos, Alemanha e Argentina.

Bahamas, Ilhas Cayman, Costa Rica, Equador, Egito, El Salvador, Trinidad e Tobago e Emirados Árabes Unidos também estão na briga. Para esta candidatura, o Brasil precisa enviar os documentos à Fifa até o dia 1º de outubro. O resultado será divulgado pelo Comitê Executivo em dezembro.

A Fifa também revelou o nome dos interessados em receber o Mundial de Futebol Feminino de 2019: Inglaterra, França, Coreia do Sul, Nova Zelândia e África do Sul. Destes, ingleses, franceses, coreanos e neozelandeses também querem o Mundial Sub-20 Feminino, a ser disputado em 2018. A Fifa costuma escolher o mesmo país para sediar estes dois eventos.

Leia tudo sobre: fifamundial de clubesmarrocosfutebolesportebrasilsede