Advogado que deu golpe em pelo 59 clientes é detido e apresentado

Suspeito tinha pasta com 1.920 clientes; homem não tinha formação de advogado, mas pegava causas e chegou a ganhar uma ação

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

O estelionatário Wesley dos Anjos, 55, foi apresentado à imprensa na manhã desta sexta-feira (9) por ter se passado por advogado, com formação em São Paulo, na capital. O suspeito foi preso em março deste ano em Esmeraldas, na região metropolitana, após ter ficado foragido.

Anjos mantinha desde 2002 um escritório de advocacia no bairro São Benedito, em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte e passou para trás pelo menos 59 clientes. Várias pessoas começaram a reclamar do suspeito por não dar prosseguimento as causas, mesmo depois de receber para isso. Para um dos clientes, ele teria contato não ser um real advogado.

A prisão preventiva dele foi expedida e ele saiu da cidade em 2013. Em Esmeraldas, onde foi detido, teria também começado a dar o mesmo golpe. Anjos trabalhava em ações de várias naturezas, com destaque para ações revisionais de contrato de financiamento de veículos.

De acordo com o delegado Wilson Luiz de Oliveira, Anjos só foi apresentado após a conclusão dos pelo menos 57 inquéritos.

“Ele tinha um escritório bem montado e tinha dois advogados que trabalhavam com ele, o que dificultava que os clientes desconfiassem dele”, explicou o delegado. Os outros dois já estão sendo investigados pela polícia e um deles já teve a suspensão da carteira da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), de acordo com Oliveira.

O suspeito chegou a conseguir vencer uma ação, mas não repassou o dinheiro para o contratante. No escritório dele foi apreendida uma pasta de 1.920 clientes. Anjos alegou que o escritório só fazia a parte administrativa e não a jurídica. Ele vai responder por estelionato, falsidade ideológica, exercício irregular da profissão e  apropriação inadébita.

Leia tudo sobre: advogadofalsoestelionato