Bate debate 9/5/2014

iG Minas Gerais |

Mês da indústria

Carlin Moura

Prefeito de Contagem

O mês de maio já chegou, e este é o mês em que comemoramos o Dia da Indústria. O Brasil precisa potencializar a indústria nacional. Uma grande oportunidade para isso vem de uma área inédita: a indústria da defesa, que é um setor em grande expansão prevista para os próximos anos. Dessa forma, o governo federal definiu novos investimentos para o segmento e um plano de modernização dos mecanismos de defesa brasileiros para garantir a soberania nacional e a política de promoção da paz no cenário internacional.   Para estimular ainda mais a indústria brasileira, e contribuir com a construção de navios, aviões, blindados, submarinos, sistema de rastreamentos, radares terrestres – que hoje em dia são usados para o controle das fronteiras e serviram para auxiliar no controle da segurança durante a visita do papa Francisco ao Brasil – além de ciência e tecnologia, o governo federal aprovou a Portaria Normativa 899/MD. Ela dispõe sobre a política nacional da Indústria da Defesa, objetivando o fortalecimento da Base Industrial da Defesa (BID) brasileira. Um incentivo para que as indústrias se integrem ao processo de transformação do país, fortalecendo o mercado interno na produção de equipamentos e segurança.   Lidando com produtos de alto valor agregado, também considero de extrema importância o investimento na nossa mão de obra para operar no conhecimento tecnológico e atuar na promoção de uma cultura da paz. Sabemos que o Brasil é uma terra de talentos, de homens e mulheres extremamente competentes, de autodidatas, um país diferenciado, pronto para o progresso. O Brasil também é conhecido mundialmente como um país promotor da paz e do diálogo. É um país pacífico por tradição e por convicção. Essa vocação para a convivência harmônica, é tanto interna como externa. É parte da nossa identidade nacional e um valor a ser conservado pelo povo brasileiro.   Além de criar condições para ampliar a sensação de segurança no país, a indústria da defesa potencializa uma grande cadeia produtiva. Minas Gerais também tem papel de destaque com um grande parque produtivo, de produção científica, tecnológica e de recursos naturais. Contagem é um vértice promissor desse polo, junto com as cidades de Betim e Sete Lagoas. É nessa visão estratégica que, como berço da indústria mineira, Contagem tem procurado estimular as suas indústrias à pesquisa, ao desenvolvimento, à produção e serviços.    Em comemoração ao mês da indústria, e para fomentar a cadeia produtiva da indústria da defesa, com foco nos potenciais do município, vamos realizar um importante seminário, em parceria com os ministérios da Ciência e Tecnologia, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e da Defesa, a Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a secretaria estadual de Ciência e Tecnologia, além de empresários, associações, sindicatos do ramo, dentre outros. Sabemos que Contagem tem capacidade para ampliar seus arranjos produtivos e atender a base da Indústria Brasileira de Defesa. Esse seminário promoverá futuras oportunidades de negócios, impulsionando o desenvolvimento das novas tecnologias, incrementando as exportações, fortalecendo o mercado interno e apresentando o potencial industrial de Contagem e sua diversidade. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave