Matin Varamin-IRA deixa o Mundial de clubes de cabeça erguida

Levantador e treinador da equipe iraniana exaltaram postura aguerrida; arbitragem em duelo com russos foi questionada

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Esportes - Especial - Belo Horizonte MG
FIVB Mundial de Clubes de Volei 2014
Ultima partida da fase de grupos no Mineirinho entre as equipes Belgorie Belgorod da Russia (uniforme branco com vermelho) e Matin Varamin do Ira (uniforme preto e azul)

FOTO: MARIELA GUIMARAES / O TEMPO 8.5.2014
MARIELA GUIMARAES / O TEMPO
Esportes - Especial - Belo Horizonte MG FIVB Mundial de Clubes de Volei 2014 Ultima partida da fase de grupos no Mineirinho entre as equipes Belgorie Belgorod da Russia (uniforme branco com vermelho) e Matin Varamin do Ira (uniforme preto e azul) FOTO: MARIELA GUIMARAES / O TEMPO 8.5.2014

Apesar de ter vencido apenas um confronto na fase de grupos do Mundial de clubes, os jogadores do Matin Varamin-IRA demonstraram bastante garra e força de vontade, principalmente no duelo frente aos russos do Belogorie Belgorod. A equipe iraniana saiu derrotada por 3 sets a 1, mas conseguiu impor dificuldades aos atuais campeões da Liga dos Campeões da Europa.

Mesmo com o tropeço, o levantador Vadi Mohammad exaltou a postura do Matin. O time é praticamente composto por jogadores que são a base da seleção iraniana.

"Nós viemos para esta partida para mostrar o nosso melhor diante de uma equipe muito qualificada. Queríamos ganhar este jogo para ter chance de irmos para as semifinais", declarou Vadi.

"Antes desta partida, estávamos muito confiantes, analisamos a equipe deles e o treinador nos deu a tranquilidade para entrarmos em quadra e fazermos o nosso melhor. Isto nos deu uma grande motivação, fizemos uma grande partida e estamos satisfeitos", completou.

A atitude dos jogadores iranianos em quadra também foi exaltada pelo técnico da equipe, o italiano Daniel Banioli.

"Tenho que repetir, nós não somos um time, nós somos a seleção de jogadores do Irã. Eu não poderia esperar outra coisa dos meus jogadores. Eles apresentaram em quadra um excelente comportamento do início da partida ao fim", afirmou.

Na bronca. Apesar da satisfação com o desempenho de seus comandados, Banioli também deixou transparecer um certo desapontamento com a arbitragem do duelo com o Belgorie.

"Esta derrota pode ser computada em nossos erros nos momentos decisivos e também em erros da arbitragem. Meus jogadores não têm culpa de errarem algumas questões de regras dos padrões internacionais. Existiu um certo de tratamento diferente da arbitragem para o nosso time, mas precisamos aprender com estas coisas e viver isto foi importante para aumentar nossa experiência neste tipo de torneio", concluiu o treinador.

Leia tudo sobre: voleimundial de voleimatin varamineliminados