Leandro Damião diz que vitória santista 'não adianta nada'

Jogador mostrou confiança na classificação da Copa do Brasil, mas ficou insatisfeito de ter de jogar o segundo jogo diante do Princesa de Solimões

iG Minas Gerais | agência estado |

Santos deu indícios que iria golear na Arena Pantanal, mas acabou desacelerando o ritmo
Ivan Storti/Santos FC
Santos deu indícios que iria golear na Arena Pantanal, mas acabou desacelerando o ritmo

O atacante Leandro Damião não escondeu a decepção pelo resultado do Santos na última quarta-feira. A equipe até venceu o Princesa do Solimões por 2 a 1, na Arena Amazônia, mas com o placar não conseguiu evitar o jogo de volta pela segunda fase da Copa do Brasil. Para piorar, os comandados de Oswaldo de Oliveira conseguiram os dois gols de vantagem antes mesmo dos primeiros dez minutos, deram a impressão que goleariam, mas pararam por aí. Damião deixou claro que a magra vitória não era o esperado. "Estou junto com a equipe. Conquistamos a vitória, mas não adianta nada. A gente poderia não ter o segundo jogo e acabou complicando. Agora tem o jogo de volta na Vila e, com o apoio do torcedor, a gente vai classificar." Mas o que parece deixar o atacante mais irritado é a má fase. Ele não marca um gol desde a semifinal do Campeonato Paulista, em março, e na última quarta viu o jejum aumentar. Para piorar, a torcida, insatisfeita, já pede sua saída da equipe. "Me cobro bastante. Quero ajudar o Santos. Na seleção, no Inter, por onde passei, sempre dei o máximo como eu dou pelo Santos. Infelizmente as coisas não estão acontecendo como a gente quer", comentou.