Passagem aérea puxa o índice

iG Minas Gerais |

São Paulo. O grupo Educação, Leitura e Recreação, no qual se enquadram as passagens aéreas, foi o que mais contribuiu para a aceleração do Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S), divulgado ontem pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). O indicador geral subiu de 0,77% para 0,84% entre a quarta quadrissemana de abril e a primeira de maio.

Os itens passagem aérea; tarifa de eletricidade residencial, no grupo Habitação; automóvel novo, no grupo Transporte e tarifa de telefone residencial, no grupo Comunicação, foram os que mais pesaram. De forma isolada, as maiores influências foram batata-inglesa e tarifa de energia.

Variações

Subiram: Educação, Leitura e Recreação, Habitação, Transportes e Comunicação

Caíram: Alimentação, Vestuário, Despesas Diversas e Saúde e Cuidados Pessoais.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave