Previsão é que receita cresça 3%

iG Minas Gerais | Ana Paula Pedrosa |

O programa de renegociação de dívidas faz parte de um esforço da prefeitura de Belo Horizonte para aumentar a arrecadação. A meta, de acordo com o secretário de finanças, Marcelo Piancastelli, é arrecadar 3% acima da inflação e da variação do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil. O crescimento será feito, segundo ele, com “modernização” na arrecadação e esforço no combate à sonegação.

O secretário descartou aumento de alíquotas, mas, neste ano, o Executivo já tentou elevar as alíquotas de ISSQN e de ITBI, mas ambos os reajustes foram questionados na Justiça. Segundo ele, nesses casos, as alíquotas estavam muito abaixo do cobrado em outras capitais. No primeiro bimestre deste ano, a arrecadação da PBH foi 17% menor do que o previsto o que vai levar ao corte de R$ 119 milhões em despesas. O secretário não detalhou como serão feitos os cortes.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave