Blogueira teria envenenado o filho para causar comoção

Mulher ganhou fama online ao narrar drama da criança

iG Minas Gerais |

Lacey Spears dizia que filho Garnett sempre se alimentou por tubo
Facebook/Reprodução
Lacey Spears dizia que filho Garnett sempre se alimentou por tubo

Nova York, EUA. A blogueira norte-americana Lacey Spears, 26, que ganhou uma legião de seguidores online comovidos com as narrativas dela sobre as visitas de seu filho Garnett, 5, ao hospital, está no centro de uma investigação de homicídio.

Policiais do Estado de Nova York acreditam que ela possa ter envenenado o menino e comentado sobre o declínio de sua saúde, configurando o que seria um caso de Síndrome de Münchausen, uma desordem psiquiátrica na qual pais deixam seus filhos doentes para obter a simpatia de outras pessoas.

Após a morte da criança, no dia 23 de janeiro, Lacey Spears pediu a um amigo que se livrasse de uma bolsa, usada para alimentar Garnett por meio de um tubo ligado ao seu abdômen. A polícia confirmou que a bolsa continha uma enorme quantidade de sódio. A blogueira narrava que o filho usava o tubo para se alimentar desde o nascimento, mas vizinhos da internauta afirmaram que o menino sempre se alimentou normalmente.

Spears já se envolveu em uma polêmica com crianças. Sua página no MySpace trazia uma foto de Jonathon Strain, um menino de quem ela cuidou como babá, que a blogueira dizia ser seu filho.

A investigação sobre a participação da internauta na morte do filho está sob o comando da promotoria do condado de Weschester e do departamento de polícia de Ramapo. Lucian Chalfen, porta-voz da promotoria, afirmou que o órgão espera concluir o caso no mês que vem. A morte de Garnett foi classificada como homicídio pela polícia, mas a blogueira ainda não foi formalmente acusada pelo crime.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave