Operário da Arena Pantanal atuava com segurança, diz empresa

Muhammad'Ali Maciel Afonso morreu ao sofrer uma descarga elétrica quando fazia a instalação de uma luminária de 40 centímetros

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Responsável pelas áreas de tecnologia, informação e comunicação da Arena Pantanal, em Cuiabá, o Consórcio CLE informou que o operário Muhammad'Ali Maciel Afonso, que morreu nesta quinta-feira no futuro estádio da Copa do Mundo, utilizava equipamentos de segurança enquanto instalava uma luminária dentro da arena.

Ele morreu ao sofrer uma descarga elétrica quando fazia a instalação de uma luminária de 40 centímetros sob uma escada no nível 2, do Setor Leste. O operário, de 32 anos, foi atendido por duas equipes do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e duas do Corpo de Bombeiros no local, mas não resistiu e morreu.

Maciel Afonso trabalhava na empresa Etel, que integra o Consórcio CLE, responsável pela instalação dos equipamentos de Tecnologia, Informação e Comunicação da Arena Pantanal, um dos 12 estádios que receberão jogos do Mundial em junho e julho. O consórcio negou que o operário tenha caído de alguma altura.

Esta foi a primeira morte registrada dentro do canteiro de obras da Arena Pantanal. Em outubro do ano passado, aconteceu um incêndio que atingiu o subsolo do setor Oeste do estádio, mas não houve feridos. A equipe de perito da Politec concluiu que o incêndio tinha sido intencional, de "natureza criminosa".

Em nota, a Secretaria Extraordinária da Copa do Mato Grosso (Secopa-MT) lamentou a morte de Maciel Afonso. "Consternada, a Secopa-MT se solidariza com a família de Afonso e informa ainda que aguardará o trabalho dos peritos da Polícia Técnica, que investigam as causas do acidente", registrou a entidade ligada ao governo estadual.

"A Secopa-MT lamenta o triste episódio, ocorrido já às vésperas da inauguração da Arena Pantanal e depois de todo o período de construção sem nenhuma ocorrência de acidente grave ou médio na obra".

Orçada em R$ 570 milhões, a arena erguida pela construtora Mendes Junior está com 99% das obras concluídas e passa pela fase final de acabamento de limpeza e instalação dos 41.390 assentos restantes. A Arena Pantanal será o palco de quatro jogos da Copa do Mundo. Sua inauguração já foi adiada por cinco vezes. Ela já foi palco de três jogos pelo Campeonato Brasileiro.

No dia 18, recebeu a partida entre Santos e Atlético-MG. Segundo a Secopa-MT, a inauguração oficial da Arena Pantanal deve acontecer no dia 20 com o jogo entre o Olímpia (Paraguai) contra um time ainda indefinido. O jogo inaugural será o último evento-teste da Arena Pantanal, antes de sua entrega à Fifa no dia 21.

Mortes

Este foi o oitavo acidente fatal em estádios da Copa do Mundo. Foram três mortes de operários na Arena Corinthians, em São Paulo, outras três na Arena Amazônia, em Manaus, e uma em Brasília, no Estádio Mané Garrincha.

Dois trabalhadores morreram após enfartes. José Antônio da Silva Nascimento, de 49 anos, morreu após nas obras do Centro de Convenções do Amazonas (CCA), ao lado da Arena Amazônia, no dia 14 de dezembro do ano passado. Antônio Abel de Oliveira, de 55 anos, também morreu de enfarte, no dia 19 de julho de 2012. O fato ocorreu no Mineirão.

Leia tudo sobre: Copa do Mundofutebolesportearena pantanalmorte