Menor é agredido por homem que o flagrou roubando mulher

Ao perceber que era observado, adolescente de 17 anos correu, mas acabou machucado na cabeça; no Ribeiro de Abreu, menores de 12 e 13 anos tentaram roubar com arma de brinquedo

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Após testemunhar um adolescente tentando roubar uma mulher, um homem que passava pela avenida Portugal, no bairro Jardim Atlântico, na região da Pampulha, correu atrás do suspeito, o agrediu e evitou o crime, na tarde desta quinta-feira (8). O menor, de 17 anos, sofreu um corte na cabeça e precisou ser medicado antes de ser levado para a delegacia. 

Segundo as informações do sargento Edson Bernardo, da 16ª Companhia do 13º Batalhão da Polícia Militar (PM), o crime aconteceu por volta das 13h50. "A mulher andava pela avenida quando foi abordada pelo menor infrator. Ele colocou um canivete no pescoço da vítima para tentar roubar seus pertences", lembrou o militar. 

Porém, ao perceber que o homem que também passava pelo local já havia percebido o que ele fazia, o menor se desesperou e correu sem levar nada da vítima. "A testemunha correu atrás da dele e eles acabaram entrando em luta corporal até ele ser contido. Quando chegamos ao local ele sangrava na cabeça", disse Bernardo. 

O adolescente foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Venda Nova, onde foi medicado e, em seguida, levado para a Central de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional (CIA), no Barro Preto, no Centro da capital. 

"Ele já é conhecido na região pela prática de furtos. É viciado em crack e provavelmente roubava para sustentar o vício", disse. O adolescente apreendido seria morador do aglomerado São Tomás. 

Arma de brinquedo

Ainda nesta quinta-feira, outros dois adolescentes tentaram roubar uma mercearia com uma arma de brinquedo e acabaram rendidos pelos funcionários, no bairro Ribeiro de Abreu, na região Nordeste da capital. 

Segundo a PM, os dois garotos, de 12 e 13 anos, chegaram ao estabelecimento localizado na rua Monte Gilgal por volta das 15h30. Após anunciarem o assalto pedindo todo o dinheiro do caixa, um funcionário percebeu que a arma usada por eles era de brinquedo e conseguiu segurá-los. Os adolescentes também foram levados para a CIA.