Após ser demitido, Gilson Kleina diz torcer por sucesso do Palmeiras

Treinador dirigia o Palmeiras desde setembro de 2012

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Kleina agradeceu o Palmeiras pelos 20 meses de trabalho
Reprodução/Youtube
Kleina agradeceu o Palmeiras pelos 20 meses de trabalho

Demitido na tarde desta quinta-feira, após uma sequência de três derrotas pelo Palmeiras, o técnico Gilson Kleina divulgou um comunicado onde agradeceu pelo apoio recebido dos torcedores e afirmou que estará na torcida pelo clube a partir de agora. O treinador dirigia a equipe desde setembro de 2012.

"O Palmeiras foi um lugar onde eu tive a honra de trabalhar durante 20 meses. Me orgulho de ter ficado à frente da equipe em importantes momentos. Encerro esse ciclo e espero que o Palmeiras tenha muito sucesso e esteja sempre no lugar onde merece", declarou o treinador, através de sua assessoria de imprensa.

"Agradeço em especial a torcida, jogadores, funcionários, diretoria e a todos que sempre estiveram me apoiando e dando força em momentos difíceis, mas que com garra e força de vontade superamos e vencemos importantes etapas", declarou.

O treinador fez as declaração após participar de uma reunião com o diretor executivo, José Carlos Brunoro, nesta tarde. Kleina estreou no Palmeiras no dia 22 de setembro de 2012, em uma vitória por 3 a 1 sobre o Figueirense, pelo Campeonato Brasileiro.

Kleina chegou para salvar o time do rebaixamento no Brasileiro de 2012, mas não teve sucesso. Rebaixado, trouxe o Palmeiras de volta para a elite, mas a equipe não conseguiu ir muito longe nas edições do Campeonato Paulista, Copa do Brasil e Copa Libertadores no ano passado.

Leia tudo sobre: futebolesportepalmeirasgilson kleinatecnicodemitido