André avalia carreira e espera ser lembrado na Copa de 2018

Atacante teve um bom início de carreira no Santos em 2010 ao lado de Neymar e sob a tutela de Robinho

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

André espera aproveitar a titularidade contra o Cruzeiro para conseguir a confiança de Levir Culpi
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
André espera aproveitar a titularidade contra o Cruzeiro para conseguir a confiança de Levir Culpi

André busca redirecionar o caminho de sua carreira e volta a ter oportunidades de mostrar seu futebol com a camisa do Atlético. No clássico deste domingo contra o Cruzeiro, o atacante tende a ser titular, homem de referência no ataque, e o foco, claro, é anotar gols e ganhar a confiança do técnico Levir Culpi. Depois de um início de carreira de vitórias e conquistas no Santos ao lado de Neymar e sob a tutela de Robinho, André foi com apenas 19 anos para a Europa, atuar pelo Dínamo de Kiev, da Ucrânia, mas não obteve sucesso. Acabou sendo emprestado para o Bordeaux, da França, e também não conseguiu mostrar seu melhor futebol. De volta ao Brasil, em 2011, no Galo, novo insucesso, sendo capaz de demonstrar brilhos esporádicos ao ser emprestado para Santos (2012) e Vasco (2013). De volta ao Atlético, agora com 23 anos, o atacante garante estar motivado para recuperar seu jeito alegre e goleador visto no Santos de 2010. O sonho vai longe, mira em 2018, quando estará com 27 anos e, quem sabe, com chances de figurar na lista de selecionáveis da seleção brasileira. "Acho que muita coisa (explica não estar em alta). Eu sai mto cedo do Brasil e isso me atrapalhou muito. Seleção é merecimento, sou novo ainda e espero na próxima Copa ser lembrado", disse André. Agora, o torcedor do Galo espera ver André estufando as redes adversárias no clássico deste domingo para ver novamente o sorriso no rosto do garoto alvinegro. A partida tem início marcado para as 16h na Arena Independência.

Leia tudo sobre: atleticogaloandresonhoCopa do Mundoselecaosantosbordeauxdinamo de kiev