Preso com tornozeleira, rende dois em padaria, rouba e é detido

Suspeito utilizou uma faca do estabelecimento para ameaçar as vítimas; dinheiro e celulares foram recuperados; preso já tem, pelo menos oito passagens pela polícia;

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Um preso domiciliar que utiliza tornozeleira eletrônica foi novamente detido após render o padeiro e a balconista de uma padaria em Mário Campos, na região Central de Minas, na manhã desta quinta-feira (8). O suspeito reagiu à prisão e precisou ter, inclusive, os pés algemados para não depredar a viatura policial.

De acordo com a Polícia Militar (PM), Roberto Bruno Pacheco de Oliveira, 32, entrou na padaria na rua dos Pinheiros, no bairro Campo Verde, e tomou um café. Ele teria aguardado que o movimento no local diminuísse e quando isso aconteceu, ele foi até a balconista e anunciou o assalto, mandando que ela fosse para dentro do balcão e chamasse o padeiro. Quando o segundo funcionário apareceu, ele pegou uma faca da cozinha do local e rendeu os dois. O padeiro foi obrigado a deitar no chão e ficou sob a mira da faca.

Após ameaçar as vítimas de morte, Oliveira roubou R$ 293 em dinheiro do caixa e os celulares das vítimas, fugindo em seguida. Ele foi encontrado pelo militares ainda no bairro, deitado na sala da casa de um homem conhecido como "Pastor", que o teria abrigado.

Os bens roubados foram recuperados e o suspeito foi encaminhado para delegacia, onde buscava dificultar o trabalho da polícia, negando informar o próprio nome, já que não estava portando documentos. Porém, a polícia conseguiu levantar toda a ficha de Oliveira que possui pelo menos oito passagens pela polícia por roubo, ameaça, furto e uso de drogas e cumpre pena de 5 anos e 4 meses por roubo.  

Leia tudo sobre: roubopadariatornozeleirafuncionáriosrendidos