Em Manaus, Santos quer testar novas opções de ataque

Equipe praiana vai aproveitar jogo contra desconhecido Princesa de Solimões para tentar acabar com apatia do setor ofensivo

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Jogadores do Peixe se preparam para clássico diante do Palmeiras
FLICKR / SANTOS / PEIXE / DIVULGAÇÃO
Jogadores do Peixe se preparam para clássico diante do Palmeiras

O Santos quer aproveitar o desequilíbrio de forças do jogo contra o Princesa do Solimões, nesta quinta-feira, às 21h50 (de Brasília), na Arena Amazônia, em Manaus, pela rodada de ida da segunda fase da Copa do Brasil, para fazer testes, principalmente com Lucas Lima na armação, e para acabar com a apatia que tomou conta de seus atacantes depois da vitória por 3 a 2 diante do Penapolense, em 30 de março, na semifinal do Campeonato Paulista.

A folha de pagamento do clube amazonense é de R$ 140 mil por mês pouco mais de um terço do salário de Leandro Damião. Se derrotar o Princesa do Solimões com dois ou mais gols de diferença, os santistas eliminam o jogo de volta, marcado para a próxima quinta, na Vila Belmiro, e avançam à terceira fase.

Ao tomar conhecimento do nível de desgaste de alguns titulares no jogo contra o Grêmio, o técnico Oswaldo de Oliveira decidiu tirar Cicinho, David Braz, Arouca, Cícero e Thiago Ribeiro do confronto de Manaus. Outro que fica fora é o lateral-esquerdo chileno Mena, que se recupera de inflamação no tendão de Aquiles direito e não joga mais antes da Copa do Mundo.

Bruno Uvini, contratado por empréstimo do Napoli até o fim do ano, vai estrear e se tiver boa atuação poderá fazer com que a direção desista da contratação de mais um zagueiro, para compensar as perdas dos titulares Edu Dracena e Gustavo Henrique que se recuperam de cirurgias e só devem voltar em agosto.

As condições do jogo desta quinta são favoráveis para que Leandro Damião interrompa o jejum de gols que já dura mais de um mês (o último que ele marcou foi em 30 de março). O gramado da Arena Amazônia tem padrão Fifa, a marcação da defesa da equipe amazonense é muito inferior às dos times do Campeonato Brasileiro e, com Lucas Lima na armação, Geuvânio pela direita e Gabriel na esquerda, o volume ofensivo deve voltar ao nível da fase de classificação do Paulistão.

"A progressão de Damião está ligada ao que acontece em volta dele", disse Oswaldo de Oliveira. Para o treinador, a preocupação em preservar os jogadores mais desgastados é igual à que ele tem com os titulares que estão sendo mantidos para se recuperar. "Eles podem reverter um quadro negativo em menos tempo".

O Princesa do Solimões terá duas mudanças em relação ao time que perdeu por 2 a 1 do Nacional na final do returno do Campeonato Amazonense: as voltas do zagueiro Déurick e do meia Michel. Nesta quarta, já estava quase esgotada a carga de 20 mil ingressos colocada à venda na última terça. É possível que nesta quinta sejam disponibilizados mais 10 mil entradas.

Leia tudo sobre: santosprincesa de solimoescopa do brasilfutebol