Desgaste dos Mets deixou única vitória no Mundial mais distante

Depois de jogar tudo o que podia contra os favoritos do grupo, equipe de Porto Rico ficou abaixo no terceiro jogo do torneio

iG Minas Gerais | GABRIELA PEDROSO |

Guaynabo Mets lamentou queda de rendimento no terceiro duelo do Mundial
RONALDO SILVEIRA/ DIVULGAÇÃO
Guaynabo Mets lamentou queda de rendimento no terceiro duelo do Mundial

Sobre os encontros contra Sada e Belogorie, Gaspar acredita que o time fez o que pôde, contra equipes mais bem preparadas, principalmente na parte física. “No aspecto técnico e tático, já tínhamos uma noção do que iríamos enfrentar. Não foi nenhuma novidade o que vimos. No entanto, os jogadores destas equipes são mais altos e mais fortes do que os nossos. Isso conta muito em vários momentos do jogo. Poderíamos equilibrar isso somente se tivéssemos jogadores do nosso time de basquete jogando vôlei”, brinca o treinador.

Segundo Gaspar, seu time se doou muito nas partidas iniciais e uma boa dose de energia faltou no terceiro jogo, que poderia render ao seu time a primeira vitória em Mundiais. “Entramos desgastados e não conseguimos nos recuperar no jogo. Minha maior lamentação foi a falta do levantador titular Perez, que iria contribuir bastante para uma realidade distinta, tenho certeza”, afirma.  

Leia tudo sobre: mundial de voleivoleimets