Grupo do IAB pode deixar conferência

iG Minas Gerais | Camila Bastos |

O grupo técnico do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), que corresponde a 77 delegados da IV Conferência Municipal de Política Urbana, questiona a legalidade do evento e pode deixar de vez as reuniões da conferência.  

De acordo com a vice-presidente do IAB, Dorinha Alvarenga, o Estatuto da Cidade e duas resoluções federais do Ministério de Cidades preveem que, antes da elaboração dos projetos para alterar o plano diretor dos municípios, é preciso ouvir uma comissão técnica e a comunidade. “Essa segunda parte foi simplesmente suprimida. A comunidade não recebeu o relatório de mudanças antes do evento.”

A permanência dos técnicos do IAB na conferência não havia sido decidida até o fechamento desta edição. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave