‘Imprensa é bastante oposicionista’, diz

iG Minas Gerais |

Brasília. Ainda durante o jantar com as jornalistas, Dilma Rousseff falou sobre um assunto que tem gerado polêmica entre os petistas: o controle da imprensa. Para a presidente, a imprensa brasileira “é bastante oposicionista”. Apesar da queixa, Dilma rejeitou proposta que é defendida pelo PT de regulação da mídia. “Não tenho a menor vontade de controlar a imprensa. Não sou a favor. Não dá. Sou contra a qualquer controle de conteúdo na imprensa e na internet”, desabafou a presidente, ao afirmar que “a imprensa não é do mal”.  

Para a presidente, é preciso coibir qualquer censura governamental e privada. Depois de reiterar que “não quer controlar conteúdo”, reconheceu que “a mídia é passível de controle econômico”, já que se trata de uma concessão e citou, como exemplos, países que já exercem esse tipo de controle, como Portugal e Inglaterra.

Internet. Dilma destacou que o governo “tem pressa” e vai editar “no menor tempo possível” a regulamentação do Marco Civil da Internet. “Queremos a regulamentação o mais rápido possível porque a sociedade está mobilizada”. A nova legislação vai proteger direitos dos usuários à privacidade e à liberdade de expressão na internet.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave