Aneel descarta falta de energia em estádios na Copa

Diretor geral da agência reguladora garantiu que, apesar dos atrasos nas obras, fiscalização está em cima para garantir que tudo funcione

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Maracanã receberá a final da Copa das Confederações 2013 e da Copa do Mundo de 2014
Felipe Dana/AP - 15.5.2013
Maracanã receberá a final da Copa das Confederações 2013 e da Copa do Mundo de 2014

O diretor geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino, descartou nesta quarta-feira a possibilidade de faltar energia nos estádios durante a Copa do Mundo deste ano.

"Não faltará energia nos estádios, com certeza. O que existe é algum atraso de alguma obra para dar uma segurança exigida pela Fifa. Está atrasado, mas vai acontecer em tempo", afirmou a jornalistas, no 11º Encontro Nacional de Agentes do Setor Elétrico.

Segundo o diretor, a questão é fiscalizada e acompanhada pela agência. "Há algumas distribuidoras que têm tido dificuldades no cronograma de construção de empreendimentos. Isso tem sido fiscalizado pela Aneel, apontado, cobrado e o próprio governo tem fiscalizado isso também."

Um relatório de fiscalização publicado pela Aneel mostrou que o órgão regulador identificou atrasos nas obras de metade das 12 cidades-sede da Copa do Mundo e se preocupa com o fornecimento de eletricidade para pelo menos um estádio. O documento faz um alerta sobre a principal fonte de abastecimento do Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, cujo cronograma precisaria ser acelerado.

Questionado sobre a falta de energia no Beira-Rio, Rufino também negou que isso irá acontecer. As empresas, diz, alegam dificuldades comuns em qualquer obra. "Às vezes, a empresa é estatal e tem que fazer licitação, às vezes, a empreiteira atrasa na execução do empreendimento."

Leia tudo sobre: copa do mundofutebolestadioenergialuzaneel