Levantador do UPCN volta a contar com presença de irmãos no Mundial

Viagem de Sebastian e German Gonzalez foi um pedido especial do armador Demián, que também atua pela seleção da Argentina

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Para que não está acostumado, foi inevitável não ter a atenção chamada pelos gritos de três argentinos nas cadeiras do Mineirinho. As canções, bem parecidas com aS de torcidas de futebol do país vizinho, ecoavam pelo ginásio e foram acompanhadas, dentro do possível, por milhares de crianças de escolas municipais que estavam perto.

O trio formado por Sebastián e German Gonzalez, irmãos do levantador Demián, do UPCN, e pelo amigo Alejandro, veio para Belo Horizonte para dar um apoio a mais para o armador da equipe argentina, que ficou com a quarta posição no ano passado.

“Em 2013, fomos a Betim de surpresa, sem avisá-lo. Para este ano, iria ficar caro fazer o mesmo. Então, nos planejamos com antecedência para comparecer. Foi um pedido especial do nosso irmão”, comenta Sebastian, o mais velho dos três, ao lado do caçula German.

Para eles, o time de hoje é mais sólido e competitivo do que o do ano passado, e tem chances de subir alguns degraus na classificação ao final do campeonato. “O objetivo de 2013 era uma medalha e chegamos perto. Para este ano, acho que será possível, temos uma situação melhor que pode ajudar”, afirma.

Depois de terem desembarcado na noite dessa terça-feira em Confins, eles ainda não tiveram muito tempo de contato com o irmão.”Terão momentos em que ele precisará ficar mais concentrado. Mas, em outros, poderemos conversar e matar a saudade. Viemos aqui para dar esse apoio, e o contato é fundamental para que ele tenha ainda mais confiança dentro de quadra. Vamos com tudo”, projetam.

Leia tudo sobre: upcnirmaosdemianlevantadortorcidaargentinamundial de clubesvolei