Suposto ex-militar do exército é preso assaltando no bairro Ouro Preto

Exército não confirma que homem, que se identificou como ex-militar, realmente tenha servido às forças armadas

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Um homem que supostamente seria um ex-militar do exército foi preso, na madrugada desta quarta-feira (7), ao assaltar pessoas que estavam em um ponto de ônibus do bairro Ouro Preto, na região Noroeste de Belo Horizonte. O rapaz, de 19 anos, estava acompanhado de outro, de 21, que também foi preso. 

Segundo a Polícia Militar (PM), o crime aconteceu na rua Conceição do Mato Dentro, uma das principais do bairro. Duas pessoa estavam no ponto quando os suspeitos pararam com uma moto, mostraram uma arma e pediram os celulares. 

Durante a abordagem uma viatura passou pelo local e os militares estranharam o fato das vítimas estarem com os braços levantados. Ao perceber que seriam abordados, a dupla jogou os celulares das vítimas no chão e empreendeu fuga pela contra-mão de direção. 

Enquanto fugiam, os suspeitos acabaram batendo na viatura e caíram da motocicleta. O homem, que disse ser um ex-militar, foi identificado como Pierre Barbosa dos Santos e o seu comparsa, que portava uma réplica de arma de fogo, era Darliton Souza. 

A motocicleta usada por eles no crime estava com a placa alterada com fita isolante, para dificultar a identificação. O veículo, que pertence ao pai de Santos, foi apreendido. As vítimas, que tiveram os objetos roubados recuperados, reconheceram a dupla como autora do assalto. Eles foram presos em flagrante e encaminhados à Central de Flagrantes (Ceflan), no bairro Floresta, na região Leste da capital. 

Em contato com o Exécito em Belo Horizonte, O TEMPO foi informado que não era possível verificar se o jovem realmente é um ex-militar, uma vez que não existe um sistema unificado de pesquisa dos oficiais e o suspeito pode ter servido em qualquer uma das unidades do Estado.

Leia tudo sobre: EX-MILITAREXÉRCITOASSALTOOURO PRETOROUBOLADRÃO