Henrique foi último nome colocado na lista, diz Felipão

Zagueiro trabalhou com o treinador na última passagem do treinador pelo Palmeiras. E essa experiência parece ter pesado na escolha do treinador

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O técnico Luiz Felipe Scolari afirmou nesta quarta-feira, após anunciar a lista de 23 jogadores convocados para defender a seleção brasileira na Copa do Mundo, que escolher o nome do quarto zagueiro da lista foi o mais difícil de definir. Mas ele acabou optando pelo zagueiro Henrique, atualmente no Napoli, da Itália, para fechar a definição dos jogadores que vão defender o Brasil no Mundial.

Henrique trabalhou com Felipão na última passagem do treinador pelo Palmeiras. E essa experiência parece ter pesado na escolha do treinador, que acabou preterindo outros nomes, como Miranda, Dedé, Marquinhos e Réver. "É um jogador que confio, gosto do futebol dele", disse o técnico da seleção brasileira.

Assim, Henrique foi o último jogador a ser convocado na lista para a Copa do Mundo. "Tivemos ontem uma série de detalhes observados, a última indicação foi para a quarta zaga. Aí tivemos nossas discussões, o porque disso ou daquilo, e decidimos pela convocação do Henrique", explicou.

Com a base definida antecipadamente, a lista de convocados nesta quarta-feira não teve grandes surpresas. Felipão lembrou, assim, que dessa vez foi bem mais fácil definir o grupo de jogadores em comparação com 2002, quando ignorou o clamor popular e deixou de fora o atacante Romário.

"Naquela noite, em 2002, tive que improvisar, sabia que não seria bem recebido então dormi em outro hotel. Ontem não. Não precisei fazer isso, caminhei na Barra, normal. É uma situação mais tranquila que naquela oportunidade, sei que uma ou outra convocação não vai ser do agrado de todos, mas é mais tranquilo. Acho que pelo que fizemos neste ano, foi mais fácil", afirmou.

A seleção brasileira vai se apresentar na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), no dia 26 de maio, quando iniciará a preparação para a Copa do Mundo. A equipe estreará no torneio em 12 de junho, na partida de abertura, diante da Croácia, no Itaquerão, em São Paulo.