China Azul chega de todas as partes e invade sede do San Lorenzo

Torcedores do Cruzeiro não param de chegar em Buenos Aires para assistir o duelo pela Copa Libertadores

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE - ENVIADO ESPECIAL |

Leonardo Izidorio (segundo a direita) esteve na sede do San Lorenzo com amigos celestes
WEBREPÓRTER/BRUNO TRINDADE
Leonardo Izidorio (segundo a direita) esteve na sede do San Lorenzo com amigos celestes

De todas as partes do Brasil. De Belo Horizonte, de Itabirito, do Rio de Janeiro, de São Paulo ou até do Rio Grande do Sul. Os cruzeirenses não param de chegar em Buenos Aires, para acompanhar de perto o duelo entre Raposa e San Lorenzo, nesta quarta-feira, pelas quartas de final da Copa Libertadores da América.

Apesar de estarem no país do rival, os torcedores estrelados se sentiram em casa. Centenas deles estiveram na sede do clube de Almagro, no centro da cidade, para adquirir os ingressos para a partida de logo mais. “Os cruzeirenses invadiram a sede do San Lorenzo. Hoje, desde cedo, só tem cruzeirense aqui”, declarou o representante comercial Frederico Amaral, 21.

O torcedor acredita que a China Azul estará em peso no estádio hoje. “No aeroporto, encontramos muita gente. Ainda tem muita gente chegando hoje, no dia do jogo, como alguns amigos que não conseguiram voo antes. Terão muitos cruzeirenses nas arquibancadas”, cogitou.

O administrador Leonardo Izidorio, 33, gostou de ver a presença maciça da torcida celeste na sede do clube argentino. “Bacana demais. É uma invasão azul na Argentina e aqui na sede do time de Almagro”, afirmou. 

Leia tudo sobre: china azulcruzeirobelo horizontesan lorenzoargentinabrasil